Coimbra  29 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara Municipal de Cantanhede renova apoio às Associações Culturais

11 de Outubro 2023 Jornal Campeão: Câmara Municipal de Cantanhede renova apoio às Associações Culturais

 

No passado dia 9 de Outubro, a Câmara Municipal de Cantanhede entregou um apoio financeiro no valor total de 58.606,00 euros a diversas entidades culturais, musicais, recreativas e artísticas do concelho.

Este envelope financeiro abrange 35 entidades de natureza cultural, musical, recreativa e artística, englobando bandas filarmónicas, escolas de música, grupos corais, de teatro e de projecção etnográfica, entre outras.

O ano de 2023 marca a retoma plena da actividade sociocultural após as severas restrições e privações impostas pela pandemia. Nesse sentido, o apoio concedido pelo município foi incrementado em comparação com o ano anterior.

“Apesar das adversidades enfrentadas pela administração local, a Câmara Municipal valoriza o apoio ao associativismo, reconhecendo-o como um factor crucial para a coesão social das comunidades locais”, afirmou a presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, sublinhando a vulnerabilidade do sector cultural.

O vice-presidente Pedro Cardoso, responsável pelo sector da Cultura, reiterou a importância desses apoios. “É uma forma de valorizar as iniciativas do forte tecido associativo e contribuir para a dinamização da sua intervenção directa numa perspectiva de desenvolvimento integrado e sustentável do concelho”.

Cada uma das quatro bandas filarmónicas recebeu um montante de 4.500 euros; o apoio global para as escolas de música totalizou 6.156 euros – considerando os 228 agentes em formação e residentes no concelho envolvidos neste processo cultural, atribuindo-se a cada elemento 27 euros -; às associações com grupos de teatro foi atribuído um montante total de 9.900 euros, cabendo a cada entidade com expressão nas artes de palco um valor até ao montante de 550 euros; aos grupos de projecção etnográfica um valor total de 18.600  euros, destinado a apoiar a sua actividade de recolha, preservação, promoção e divulgação etnográfica e folclórica, a distribuir da seguinte forma: 2.000 euros a cada grupo folclórico federado ou equiparado a federado e 1.100 euros a cada grupo não federado.

As agremiações que demonstraram interesse cultural e que não se enquadram nas categorias anteriormente mencionadas também receberam apoio. Assim, aos grupos corais foi atribuído um valor total de 2.200 euros, correspondendo 550 euros a cada uma das formações constituídas; às colectividades que têm vindo a desenvolver um programa no âmbito das artes plásticas e visuais, o montante de 1.000 euros; às associações e grupos que demonstraram interesse cultural com expressão musical e coreográfica, o montante de 1.000 euros e às associações e grupos com expressão musical, o montante de 1.750 euros, cabendo até 350 euros a cada.

A concessão do apoio municipal pressupõe a assinatura de um contrato-programa com todas as colectividades envolvidas.