Coimbra  25 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Mira e Condeixa asseguram que alunos têm equipamentos e Internet

20 de Abril 2020

As autarquias de Mira e Condeixa-a-Nova, em articulação com os agrupamentos de escolas, estão a assegurar que os seus alunos possam ter acesso a equipamento informático adequado e à Internet, dada a sua necessidade para participarem nas actividades escolares, agora em casa.

Em Mira, a Câmara Municipal e o Agrupamento de Escolas “garantem que todos os alunos têm acesso a Internet e meios informáticos”, tendo analisado diariamente, e desde o início da pandemia, todas as “situações com que se vão deparando com o sector da educação”.

Desde que foram anunciadas as novas medidas pelo Governo no que toca ao ensino à distância, a Câmara Municipal de Mira “desencadeou procedimentos financeiros para aquisição de tablets, computadores e meios de acessos à Internet”.

Entre o material disponível no Agrupamento, na Câmara Municipal e as novas aquisições, serão cedidos, em regime de empréstimo, cerca de 160 equipamentos, “para que todos os alunos não fiquem privados das condições necessárias, para poderem acompanhar o sistema de ensino a partir de casa”, adianta a autarquia.

Em Mira, a autarquia adoptou medidas também para apoiar os alunos carenciados no que diz respeito à sua alimentação, impressão e distribuição de material didáctico e a todos os pedidos que o Agrupamento de Escolas faz chegar diariamente ao Município.

Também em Condeixa, o Município adquiriu 80 tablets, no âmbito do projecto “Realiza.te”, destinado a “melhorar os índices de literacia digital nas escolas do 1.º ciclo”. Os equipamentos adquiridos pelo Município serão cedidos aos alunos com necessidades para poderem aceder ao ensino à distância.

O levantamento e a identificação das necessidades foi efectuado pelo Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova que elencou os alunos em situação de exclusão digital.

Uma vez mais, os equipamentos serão cedidos a título de empréstimo, “com o objectivo de permitir que os alunos em situação de exclusão digital possam ter acesso às metodologias de ensino à distância, que estão a ser implementadas pelos professores”.

“Esta solução procura assegurar que todos os alunos possam continuar a participar na actividade lectiva, prevenindo o insucesso escolar que poderia ser provocado por uma interrupção no acompanhamento dos alunos”, ressalvou o presidente da Câmara, Nuno Moita.

Para além da cedência dos equipamentos, “quando necessário, e de acordo com o levantamento realizado, a autarquia também disponibiliza o acesso à Internet, sendo que até ao momento foram solicitados 60 acessos”, acrescentou a vereadora da Educação, Liliana Pimentel.

Através da medida “Ambientes Inovadores de Educação”, a compra do novo material informático para utilização em ambiente escolar pretendia que os alunos, tendo por base o projecto pedagógico “Aprender M@is em Condeixa”, concebido pelo Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova, desenvolvessem ao longo do ano lectivo diferentes competências digitais, aumentando a motivação e a literacia digital de todos os alunos.

Num período em que os estabelecimentos de ensino foram encerrados devido à covid-19, a autarquia decidiu redireccionar os 80 tablets adquiridos e colocá-los à disposição do Agrupamento de Escolas no âmbito do “Plano De Ensino à Distância”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com