Coimbra  17 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Condeixa promove alfabetização digital de idosos no domicílio

2 de Junho 2023 Jornal Campeão: Câmara de Condeixa promove alfabetização digital de idosos no domicílio

O Município de Condeixa-a-Nova aposta na alfabetização digital dos idosos através de um programa que passa pela deslocação dos monitores a casa dos interessados.

A Câmara de Condeixa-a-Nova recorda que tinha aderido, em 2015, ao projecto de alfabetização “Letras Prá Vida”, dinamizado pela Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) e envolvendo estagiários desta instituição.

Tendo iniciado, entretanto, o “Teclas Prá Vida”, para “adultos que pretendam aprender mais sobre o uso das novas tecnologias”, a autarquia passou a ter uma versão itinerante dos dois programas, agora reunidos no “Letras Prá Vida, Sobre Rodas”, assegurado por uma animadora e uma estagiária da ESEC.

“É um dos projectos sociais em funcionamento, em Condeixa, que me dão maior satisfação, pois atende às necessidades de uma das camadas sociais mais fragilizadas, os idosos, que desta forma conseguem uma maior autonomia neste tempo cada vez mais dominado pela tecnologia”, afirma o presidente da Câmara, Nuno Moita.

Para o autarca, “é muito satisfatório ver os progressos que a comunicação e a modernização administrativa trouxeram, mas é indispensável assegurar que todos tenham acesso e saibam manusear os recursos tecnológicos”.

Em Fevereiro, o Município de Condeixa-a-Nova, “apostando na descentralização e no conceito de proximidade, iniciou uma nova vertente do projecto”, lançando o “Letras Prá Vida, Sobre Rodas”, também em parceria com a ESEC, com os participantes “a poderem aprender no domicílio a utilizar o telemóvel, o computador e a Internet, entre outras ferramentas tecnológicas”.

O projecto visa “promover a participação e a inclusão social, a literacia e a literacia digital, com uma intervenção individualizada” nos domicílios já abrangidos, que “são actualmente dez”, refere a autarquia.

“Garantindo as condições necessárias ao envelhecimento condigno, é possível retardar ou evitar a institucionalização dos idosos, assegurando-lhes ferramentas que desenvolvam a sua capacitação e a autoestima, contribuindo para o aumento da qualidade de vida e uma maior autonomia”, defendeu a Câmara liderada por Nuno Moita.

“Letras Prá Vida”, em termos gerais, é um projecto de intervenção comunitária que “promove a literacia e a inclusão social através da dinamização de oficinas de alfabetização com pessoas adultas”. Trata-se de um “projecto exemplar a nível nacional”, distinguido em 2017 com o prémio europeu Grundtvig, atribuído pela Associação Europeia para a Educação de Adultos.