Coimbra  29 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra vai requalificar o canil e o gatil municipal

8 de Julho 2021 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra vai requalificar o canil e o gatil municipal

A Câmara de Coimbra vai requalificar o canil e gatil municipal, que agora se designa Centro de Recolha Oficial (CRO) de Animais de Companhia de Coimbra.

A empreitada prevê a substituição integral da cobertura de fibrocimento, sendo aplicada uma nova cobertura com isolamento térmico com inclusão de janelas claraboias para iluminação e ventilação dos espaços. A obra representa um investimento de cerca de 50 mil euros.

A cobertura encontra-se deteriorada e apresenta outras fragilidades, o que tem levado a frequentes restauros para colmatar infiltrações, que acabam por prejudicar o interior do edifício e o conforto dos funcionários e dos animais. Além disso, a cobertura não dispõe de nenhum tipo de isolamento térmico, contribuindo ainda para um sobreaquecimento no verão e perda de calor no inverno, prejudicial ao comportamento de todo o edifício em termos climáticos.

Para resolver definitivamente esta problemática, a Câmara Municipal vai avançar com a empreitada de requalificação, que prevê a substituição integral das chapas de fibrocimento por chapa de aço pré lacada com isolamento térmico de 6 cm, em painel ‘sandwich’, numa área total de 475 m2. Nas novas coberturas estão previstas um total de 11 janelas claraboias para iluminação e ventilação dos espaços, assegurando, assim, um ambiente luminoso e com boa qualidade ambiental.

A substituição da cobertura vai permitir conservar as obras que foram ecfetuadas no edifício nos últimos anos, nomeadamente uma sala de eutanásia e depósitos de cadáveres, zona de lavagem e desinfecção de carros, vedação de recinto e um novo pavilhão com 10 boxes para cães de adopção.

Foram ainda construídas 10 jaulas com porta de correr, adequadas para animais eventualmente agressivos. Em 2016/2017 foi executada uma obra que, essencialmente, serviu para alterar funcionalidades no interior do edifício e substituir o revestimento e os acabamentos degradados pelos anos de uso. Este conjunto de intervenções permitiu que o CRO de Coimbra fosse licenciado em Dezembro de 2017.

Actualmente, o CRO dispõe de 28 boxes, seis boxes circulares e o pavilhão exterior com 10 amplas boxes para cães disponíveis para adopção. Das 28 existentes, 21 dispõem de recinto fechado exterior (espaço de “varanda” para recreio) e as restante sete estão destinadas a cães visivelmente doentes ou com suspeita de doença.

As seis boxes circulares são utilizadas para cães agressivos, para maneio dos mesmos, salvaguardando a saúde e segurança dos colaboradores do CRO e dispõem de janelas gradeadas para entrada de luz e ventilação.

Existe, ainda, a zona do canil e a zona do gatil e a entrada dos animais está separada da entrada de pessoa, por uma questão de funcionalidade e hierarquização dos espaços.

Tendo em conta as novas medidas de controlo da sobrepopulação de cães e gatos, nomeadamente as campanhas de esterilização destes animais em CRO municipais, o edifício dispõe de uma sala vocacionada para a realização das esterilizações em regime de campanha, bem como um guichet de passagem entre a sala de preparação/enfermaria e a sala de esterilizações.

A obra foi adjudicada à empresa CPW – Engenharia, Lda. e representa um investimento no valor de 49.545,57 euros (IVA incluído) e tem um prazo de execução de 90 dias, incluindo sábados, domingos e feriados.