Coimbra  30 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra vai apoiar famílias com vales para dinamizar o comércio local

20 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra vai apoiar famílias com vales para dinamizar o comércio local

Às famílias que perderam rendimentos durante a pandemia, e no sentido de também dinamizar o comércio local, a Câmara Municipal de Coimbra vai ajudar a que este seja um Natal mais feliz, atribuindo a cada agregado familiar um vale para utilizar, exclusivamente, no comércio tradicional da cidade.

Segundo a autarquia, a verba disponível para este programa é de “meio milhão de euros e parte foi canalizada da programação de Natal que o Município decidiu cancelar”.

Manuel Machado, presidente da Câmara, anunciou que a ideia é “injectar directamente meio milhão de euros para apoiar a revitalização da economia local, ao mesmo tempo que apoia as famílias que perderam rendimentos devido à crise pandémica”.

Assim, este apoio será atribuído em forma de vales de compras que, mediante a composição do

agregado familiar, poderá variar entre os 160 euros e os 460 euros por família, um apoio que será, contudo, “para utilização exclusiva em estabelecimentos de comércio local de Coimbra, que tenham

aderido previamente ao programa, e só poderá ser usado na aquisição de bens essenciais – tais como alimentação, roupa, artigos de higiene e limpeza, equipamentos de protecção individual, calçado, electrodomésticos, artigos para o lar e outros equiparados”. A autarquia realça, ainda, que “tratando-se de um programa a implementar durante a época natalícia, os vales poderão também ser utilizados para a aquisição de brinquedos para as crianças”.

A informação relativamente à inscrição das famílias e à adesão dos comerciantes será brevemente anunciada pela autarquia.

Recorde-se que o Município de Coimbra decidiu cancelar as iniciativas que habitualmente constituem a programação de Natal e que eram empreendidas há sete anos consecutivos, tendo em consideração as medidas de contingência da pandemia de covid-19. A já tradicional pista de gelo, o carrossel parisiense, o concerto de inauguração da iluminação de Natal e toda uma vasta programação natalícia promovida pela autarquia conimbricense fica, em 2020, sem efeito, como anunciou a 11 de Novembro.

Parte desse investimento será, então, canalizado para este programa solidário de apoio às famílias e ao comércio local.

Já a iluminação festiva pelas ruas da cidade vai ser ligada mais cedo e reforçada, chegando a mais locais, que incidem sobretudo em zonas de comércio e restauração por forma a criar um atractivo extra para apoiar um sector que tem sido dos mais afectados pela pandemia. As luzes serão ligadas já no próximo dia 27 de Novembro (sexta-feira), numa iniciativa que pretende incentivar as pessoas a passearem pelos lugares iluminados, comprando no comércio e restauração local, respeitando sempre as medidas de contingência e os horários determinados para proteção da saúde pública.

Saliente-se ainda que, em Agosto passado, o autarca Manuel Machado formalizou a assinatura dos protocolos do Fundo Municipal de Emergência Social para o ano de 2020. A verba destinada à intervenção das Comissões Sociais de Freguesias foi de 316 000 euros, depois de em Março já ter sido antecipado, numa única tranche, metade desse valor.

Nessa sessão, o autarca assegurou que os serviços municipais estavam “prevenidos e preparados para encontrar soluções para o que possa vir a ocorrer”.