Coimbra  8 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra investe meio milhão em infraestruturas desportivas

21 de Novembro 2019

Fausto Carvalho, da ACM; Manuel Machado, presidente da autarquia de Coimbra, e Carlos Cidade, vice-presidente da CMC, na assinatura dos protocolos 

 

O Município de Coimbra assinou, ontem (20), contratos com 12 clubes e associações, que vão ser beneficiadas em meio milhão de euros para reabilitação das suas infraestruturas.

Numa cerimónia nos Paços do Concelho, os acordos foram firmados entre as duas partes e aproveitando a ocasião, o presidente da Câmara, Manuel Machado, parabenizou todas as colectividades pelo trabalho que desenvolvem em prol do desporto.

“Este é um apoio merecido que a Câmara concede para continuarem a sentir a energia desta bandeira que é a da nossa cidade”, sublinhou, considerando que “todas as atribuições foram feitas com fins reconhecidos, relevantes e úteis a cada uma das colectividades” abrangidas por este protocolo.

Após a apreciação das candidaturas apresentadas ao Regulamento Municipal de Reabilitação de Infraestruturas Desportivas, foram validadas 12, nomeadamente da Associação Recreativa Casaense; Lordemão Futebol Clube; Associação Académica de Coimbra/Organismo Autónomo de Futebol (AAC/OAF); Clube de Praticantes de Artes Marciais Mistas de Coimbra; Clube União 1919; Centro Cultural e Recreativo Valonguense; Real Clube de Brasfemes; Associação Desportiva e Cultural de Vila Verde; Associação Desportiva de Antuzede; Associação Cristã da Mocidade (ACM), Clube de Ténis e Centro Hípico.

A autarquia explica que “a maior fatia” vai para a AAC/OAF, que conta com uma verba de 221 000 euros, destinada a substituir a cobertura com amianto do Pavilhão de Jorge Anjinho. Segue-se a ACM de Coimbra, com 100 000 euros, valor que tem como finalidade a requalificação do edifício desta associação centenária; e a Associação Desportiva de Antuzede, com 45 000, apoio destinado à estabilização e requalificação dos muros envolventes e de suporte do polidesportivo.

No âmbito deste apoio, o União e o Centro Hípico vão ser apoiados com 25 000 euros; o Real Clube de Brasfemes e Associação Desportiva de Vila Verde com 20 000; o Centro Cultural e Recreativo Valonguense com 15 000 euros; a Associação Recreativa Casaense e o Clube de Ténis com 10 000; o Clube de Praticantes de Artes Marciais Mistas com 5 000; e o Lordemão Futebol Clube com 4 000 euros.

Todos estes montantes destinam-se à reabilitação das infraestruturas desportivas, indo ao encontro das necessidades sentidas por cada uma das colectividades contempladas.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com