Coimbra  11 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra e Critical lutam por uma cidade mais inteligente e sustentável

23 de Abril 2021 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra e Critical lutam por uma cidade mais inteligente e sustentável

A Critical Software e a Câmara Municipal (CM) de Coimbra vão colaborar juntas para proporcionar uma gestão urbana mais integrada, inteligente e sustentável.

Esta que tem vindo a ser priorizada pela autarquia procura que as redes e os serviços tradicionais sejam mais eficientes com a utilização de tecnologias digitais e de telecomunicações, que melhorem o uso dos recursos, criem uma administração municipal mais ágil e interactiva, espaços públicos mais seguros e uma maior sustentabilidade ambiental.

A adesão à comunidade ‘The Things Network’ (TTN) Coimbra, que integra uma rede mundial, foi proposta à CM Coimbra pela Critical Software, mais precisamente pelo seu Laboratório de Inovação – Fikalab – que suporta a comunidade TTN no concelho.

A TTN é uma iniciativa de origem europeia e a autarquia entende que esta comunidade pode ajudar Coimbra a ser uma cidade mais inteligente e sustentável, ajudando com sistemas tecnológicos de recolha de dados em tempo real (seja na área dos transportes, águas, serviços públicos, caudais do rio e seus afluentes ou outras), com softwares de processamento que cruzam os dados recebidos pelos sensores e sistemas inteligentes que permitem a previsão de resultados, simulações e outros, que podem ajudar na gestão do risco e no fornecimento de informações importantes para a tomada de decisões.

Esta tecnologia consiste num operador de telecomunicações baseado em ‘Long Range Wide Area Network’ (LoRaWAN), que permite que os sensores comuniquem com sistemas de ‘gateways’ através de antenas de longo alcance (‘wireless’) que, por sua vez, através de uma ligação segura à Internet, comunicam com os sistemas centrais de armazenamento e tratamento inteligente de dados.

Em Coimbra, a rede de comunidade é suportada pelo ‘Fikalab’ e tem como objectivo proporcionar condições para que os colaboradores da Critical Software possam experimentar diferentes tecnologias, novos pontos de vista, resolver problemas do dia-a-dia ou criar livremente, sem limitações ou obrigações, bem como contribuir com soluções tecnológicas para a comunidade, como são exemplos a colaboração na adaptação de brinquedos com a Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra ou a impressão e distribuição de viseiras para proteção contra a covid-19.

A comunidade TTN Coimbra conta, actualmente, com 11 ‘gateways’, e com parceiros como a Universidade de Coimbra pela mão do Centro de Ecologia Funcional, do Instituto de Sistemas e Robótica e do Instituto Politécnico de Coimbra, com a colaboração do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra e da Escola Superior Agrária de Coimbra.

Com estas acções a autarquia pretende que Coimbra seja uma cidade cada vez mais inteligente e sustentável, procurando, para tal, levar a cabo a sua estratégia de “smartização” do concelho a par com soluções sustentáveis e de combate às alterações climáticas.

A criação de um Centro de Inteligência de Coimbra, como unidade orgânica da Divisão de Modernização Administrativa do Departamento de Sistemas de Informação e Inovação da Câmara, na recente reestruturação dos serviços municipais, é um exemplo disso. A autarquia tem considerado o conceito de cidade inteligente (smart city) como uma importante política para o desenvolvimento sustentável, associando as oportunidades que surgem da crescente difusão das novas tecnologias de informação e comunicação à inovação social e à integração de mecanismos de gestão de espaços urbanos.

O objectivo é que as redes e os serviços tradicionais se tornem mais eficientes com a utilização de tecnologias digitais e de telecomunicações, que permitam um melhor uso dos recursos, uma administração municipal mais ágil e interactiva, espaços públicos mais seguros e uma maior sustentabilidade ambiental.