Coimbra  5 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra diz que “remendo” do Almegue tem de ser reparado

25 de Maio 2021 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra diz que “remendo” do Almegue tem de ser reparado

O presidente da Câmara de Coimbra disse, ontem (24), que a rotunda do Almegue, que gere o trânsito oriundo da via rápida de Taveiro e do IC2, é um remendo que tem de ser reparado.

No final da reunião do Município, Manuel Machado disse aos jornalistas que “aquilo que existe” actualmente é “um remendo”, que resultou da intervenção no IC2, entre a Cruz dos Merouços e o Almegue, na margem esquerda do rio Mondego.

“Aquilo não é nada, não tem jeito e tem de ser urgentemente reparado por causa da segurança rodoviária e da estética”, disse o autarca socialista, acrescentando que existem contactos com a Infraestruturas de Portugal para se encontrarem soluções.

Segundo Manuel Machado, o projecto aprovado e executado entre a Cruz dos Merouços e o Almegue tem “um entorse gravíssimo na aproximação àquilo que chamam de rotunda do Almegue, que não é rotunda coisa nenhuma”.

“O que está feito é um remendo que resultou de contactos entre a Câmara, em determinada época, e a [então] Estradas de Portugal, que ali inventaram um remendo, mal acabado, que tem de ser urgentemente melhorado”, frisou.

Salientando que a jurisdição é da empresa Infraestruturas de Portugal, o presidente do Município de Coimbra preconiza “uma articulação perfeita” entre o IC2 e a zona de Bencanta, mais para Sul, de forma a construir “uma via urbana”.

Aos jornalistas, Manuel Machado salientou que a melhoria daquela zona passa também pela intervenção já lançada pela Infraestruturas de Portugal para modernização da Linha do Norte, que inclui a construção da nova estação de Coimbra B.

O autarca adiantou que já existe um acordo com o Instituto Politécnico de Coimbra para, caso seja necessário, serem usados alguns terrenos da Escola Superior Agrária.

“Esse trabalho está a decorrer, com a realização de estudos, projectos, cálculos, avaliação de impactos financeiros e identificação de quem vai ter de suportar estes encargos”, acrescentou.

No fundo, o presidente do Município de Coimbra pretende uma reconfiguração de todo aquele espaço, em perfeita articulação com o IC2, o acesso à auto-estrada do Norte e uma nova travessia sobre o rio Mondego, como estava previsto no projecto inicial.

“O que lá está é um remendo para desenrascar a embrulhada resultante da suspensão da construção do IC2”, enfatizou Manuel Machado, que não faz previsões sobre quando existirá a intervenção que defende.

A rotunda do Almegue foi construída em Dezembro de 2009 como recurso, e com cariz provisório, depois de ter sido abandonado o projecto que pressupunha uma passagem superior à via rápida de Taveiro como ligação à futura ponte sobre o rio Mondego, integrada na auto-estrada Coimbra-Viseu.