Coimbra  25 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra associa-se ao mês da prevenção dos maus-tratos a crianças e jovens

4 de Abril 2022 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra associa-se ao mês da prevenção dos maus-tratos a crianças e jovens

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) associa-se ao mês da prevenção dos maus-tratos a crianças e jovens, em Abril, tendo como símbolo o laço azul colocado em vários locais emblemáticos municipais.

O objectivo é sensibilizar toda a comunidade para os maus-tratos na infância e na adolescência. Um seminário com o intuito de “promover mentes saudáveis” faz também parte do programa da autarquia para assinalar a data.

Em Coimbra, durante o mês de Abril, decorre a 12.ª Campanha do Laço Azul, com várias iniciativas do Município e da Rede de Parceiros, bem como diversas entidades da comunidade.

A Campanha do Laço Azul pretende sensibilizar toda a comunidade para os maus-tratos na infância e na adolescência, através do símbolo laço azul, que este ano foi colocado em diversos locais municipais: o Salão Nobre da Câmara de Coimbra, a fachada do Edifício da PSP onde se situa a Divisão de Intervenção e Acção Social e Educação e a Comissões de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ), a Casa Municipal da Cultura e o Convento de São Francisco.

A autarquia pediu ainda a colaboração dos Agrupamentos de Escolas e Escolas Não Agrupadas, que prontamente aderiram à campanha, sensibilizando os alunos e construindo laços azuis nos mais variados formatos e com diversos materiais. Por sua vez, as Águas de Coimbra associam-se também à iniciativa, dando a tonalidade azul à fonte cibernética do Mondego.

A par desta iniciativa estão ainda previstas outras actividades, como o seminário “Promover Mentes Saudáveis”, agendado para o dia 20 de Abril, que será realizado online através da plataforma Zoom, mediante inscrição (o link será disponibilizado em breve).

Está iniciativa está inserida na Campanha Regional “Prevenção de Maus Tratos a Crianças e Jovens”, promovida pela Comissão Regional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente da ARS Centro, e que integra diversos parceiros, entre os quais: Município de Coimbra, CPCJ de Coimbra, Cáritas Diocesana de Coimbra, Ministério Público da Comarca de Coimbra, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Instituto de Segurança Social, Casa dos Pobres, Agrupamento de Escolas Coimbra Centro, Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra, Fundação Bissaya Barreto, Instituto de Apoio à Criança, Instituto Português do Desporto e Juventude Coimbra, Liga dos Pequeninos, Associação Sorriso – Ninho dos Pequenitos, Núcleo Hospitalar de Apoio a Crianças e Jovens em risco e Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, entre outros.

Recorde-se que a Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) teve início em 1989, nos Estados Unidos da América, sendo a sua promotora Bonnie Finney que amarrou uma fita azul à antena do seu automóvel, com o intuito de sensibilizar a comunidade para os maus-tratos que a sua neta era alvo.

De acordo com o descrito por Bonnie Finney, este acto pretendeu reportar os maus-tratos severos de que a sua neta havia sido alvo, bem como o facto de outro neto ter falecido na sequência de maus-tratos.

A utilização da fita de cor azul, segundo Bonnie Finney, tem como objectivo relembrar as nódoas negras nos seus netos e alertar para a necessidade de proteger as crianças contra os maus-tratos.