Coimbra  24 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara de Coimbra apoia financeiramente 80 associações culturais

15 de Agosto 2021 Jornal Campeão: Câmara de Coimbra apoia financeiramente 80 associações culturais

O Executivo da Câmara Municipal (CM) de Coimbra vai analisar e votar, na sua reunião de amanhã, uma proposta para a atribuição de apoios financeiros no valor global de 89.500 euros a 29 associações culturais que se candidataram à segunda fase do “Apoio Financeiro Municipal à Actividade Permanente para 2021 – Associativismo Cultural Geral”. Uma fase excepcional para candidaturas, que a autarquia decidiu abrir para ajudar as associações a ultrapassar os constrangimentos provocados pela pandemia da covid-19. Na soma da primeira e da segunda fases, a CM de Coimbra vai apoiar financeiramente a actividade de 80 associações com um valor de 383.750 euros, depois de as candidaturas terem sido analisadas ao abrigo do novo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural.

Na primeira fase, foram submetidas e validades 51 candidaturas, traduzindo-se num apoio financeiro global de 294.250 euros. Foram, assim, aprovadas 20 candidaturas na área da música (119.000 euros), três na área da dança (6750 euros), 10 na área da etnografia e folclore (20.000 euros), quatro na área do teatro (53.250 euros), duas no cinema e audiovisual (15.000 euros), duas na área das artes plásticas e visuais (57.500 euros), cinco na área de cultura e recreio (8000 euros) e outras cinco de associações cujas atividades evidenciam interesse cultural (14.750 euros). Estes apoios foram aprovados na reunião do Executivo municipal do dia 14 de Junho, tendo sido formalizados no dia 30 de Julho, numa sessão pública que contou com a presença do presidente da CM de Coimbra, Manuel Machado.

Já nesta segunda fase foram submetidas 32 candidaturas e foram consideradas válidas 29, traduzindo-se num apoio financeiro global de 89.500 euros. Foram, assim, validadas 10 candidaturas na área da música (46.250 euros), uma na área da dança (2000 euros), uma na área da etnografia e folclore (2.250 euros), uma na área do teatro (1750 euros), 11 na área de cultura e recreio (20.250 euros) e cinco outras de associações cujas atividades evidenciam interesse cultural (17.000 euros). Estes apoios serão, posteriormente, formalizados através da assinatura de protocolos, a celebrar entre o Município e os respectivos agentes culturais.

Importa ainda referir que, este ano, como resposta aos impactos da covid-19, a autarquia voltou a fixar o dia 31 de Março de 2022 como data-limite do período de vigência desses protocolos, dando assim aos agentes culturais um prazo mais alargado para o reagendamento das actividades previstas nos planos de actividades de 2021. As minutas dos protocolos serão, ainda, adaptadas de acordo com as especificidades de cada agente cultural, nomeadamente no que diz respeito às modalidades de pagamento e ao número de participações em iniciativas promovidas ou apoiadas pela CM de Coimbra.