Coimbra  5 de Junho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara da Lousã cancela edição deste ano do Orçamento Participativo

19 de Maio 2020 Jornal Campeão: Câmara da Lousã cancela edição deste ano do Orçamento Participativo

A Câmara da Lousã cancelou a edição deste ano do Orçamento Participativo (OP) e decidiu que a verba de 70 000 euros reservada para o efeito será aplicada nas medidas de combate à pandemia da covid-19.

“A exemplo do que já aconteceu com outras iniciativas canceladas, a verba será canalizada para o combate à pandemia”, revela a autarquia.

Os montantes que estavam previstos para a Feira Anual de São João e para a classificativa local do Rally de Portugal serão investidos “nas diversas necessidades para o combate à pandemia e aos efeitos directos e indirectos da mesma na comunidade”, acrescenta.

A edição deste ano do Rally de Portugal estava programada para quatro dias, entre 21 e 24 de Maio, mas foi adiada devido à situação epidemiológica associada a nível mundial ao novo coronavírus. Assim, o Executivo municipal da Lousã, presidido por Luís Antunes, aprovou ontem (18), por unanimidade, “a suspensão da edição deste ano do OP, uma iniciativa que se tem revelado como uma importante ferramenta de participação dos cidadãos na gestão” local.

“Nos apoios sociais directos, apoio a instituições, aquisição de equipamentos de protecção individual e cedência de equipamentos, foi já efectuado, por parte da autarquia, um investimento de mais de 160 000 euros, valor que já ultrapassa o investimento previsto” para o Rally e a Feira de São João, que habitualmente se realiza em Junho, nota o Município.

O Orçamento Participativo, “cujo regulamento estava a ser alvo de uma actualização para potenciar a participação mais substantiva dos munícipes, será retomado logo que seja possível”, adianta o autarca.

Entretanto, o projecto vencedor do OP de 2019, designado “Aqua Lousã”, foi “analisado e redefinido devido à destruição causada pelas intempéries” de Dezembro, na praia fluvial da Senhora da Graça, no rio Ceira, na freguesia de Serpins, devendo avançar a par de uma “intervenção geral necessária” no local.