Coimbra  17 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara da Lousã assinala Dia Mundial da Poesia com obra póstuma de Carlos Carranca

21 de Março 2021 Jornal Campeão: Câmara da Lousã assinala Dia Mundial da Poesia com obra póstuma de Carlos Carranca

A Câmara Municipal da Lousã, juntamente com a editora Minerva vai lançar a obra póstuma de Carlos Carranca, “Poemas Absurdos & A Palavra e o Mundo”, no âmbito do Dia Mundial da Poesia, que se realiza este domingo (21).

Os dois livros de poesia que integram este volume foram escritos por Carlos Carranca nos seus últimos meses de vida.

Durante a sua luta nas camas de hospital, o poeta usou a sua força, também, para escrever estes textos no seu caderno e usou os seus últimos tragos de ar para os ditar, sílaba a sílaba, à sua família.

“Poemas Absurdos & A Palavra e o Mundo” chega-nos de um lugar entre a vida e a morte, entre a presença e a ausência.  É o gesto derradeiro de uma figura emblemática da cultura portuguesa que, frente a frente com o abismo e a dor inevitáveis, ergue corajosamente a luz de consciência da poesia.

Presença constante em várias iniciativas de índole cultural e sociais promovidas pela Câmara Municipal, Carlos Carranca era uma pessoa de trato fácil, um apaixonado por esta terra e pelas suas gentes, tendo uma habitação no lugar de Prilhão, freguesia da Lousã e Vilarinho.

Foi distinguido em 2015 pela Câmara Municipal da Lousã com o Prémio Vicente Ferrer – Carreira, na Gala do Feriado Municipal, Prémios Lausus, o poeta nunca escondeu o seu amor pela Lousã, professando-o, publicamente, em diversas ocasiões.

Como forma de homenagear o seu amor à Lousã, a Autarquia lançou, também, um concurso literário com o seu nome.