Coimbra  16 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara apoia IPN Incubadora para reforçar a dinamização empreendedora em Coimbra

8 de Maio 2023

A Câmara de Coimbra aprovou, esta segunda-feira, um protocolo de colaboração com a IPN Incubadora que contempla um apoio financeiro no valor de 85 mil euros.

Em contrapartida, a IPN Incubadora compromete-se a continuar a contribuir para a dinamização do ecossistema empreendedor do concelho e da Região de Coimbra.

O apoio, com o mesmo valor atribuído em 2022, “reforça o compromisso e estreita laços de cooperação entre a IPN Incubadora e a Câmara Municipal, permitindo cofinanciar actividades de promoção de inovação e empreendedorismo de elevado valor para o Câmara Municipal de Coimbra alavancadas pelo Instituto Pedro Nunes no âmbito da sua actividade, de carácter não lucrativo, relativa à incubação de empresas e de base tecnológica”, lê-se na informação dos serviços.

Em contrapartida, a IPN Incubadora compromete-se “a continuar a contribuir para a dinamização geral do ecossistema empreendedor do concelho e da Região de Coimbra, através do seu plano de actividades anual e da colaboração com as actividades do Departamento de Desenvolvimento Económico, Empreendedorismo, Competitividade e Investimento da CMC, do Coimbra iParque e do Espaço Municipal Cowork – Pátio, Criatividade e Inovação, por forma a que os mesmos se desenvolvam de forma articulada e coerente com as próprias iniciativas” da instituição.

Além disso, ao longo da vigência do protocolo, a IPN Incubadora assume o compromisso de “apoiar os procedimentos necessários, conducentes à instalação de empresas inovadoras, de base tecnológica” nas suas instalações, bem como “a intermediação como interlocutor de eventuais necessidades de apoio técnico-administrativo junto do Município de Coimbra”.

Entre outras, a incubadora assume a missão de “gerir e acompanhar o final da empreitada de ampliação da IPN Incubadora” para instalação de uma “Space Incubator” tendente a afirmar Coimbra como centro nacional do empreendedorismo na área do “new-space” e.g. utilização comercial de tecnologia ou activos espaciais na Terra”, refere o anexo ao protocolo que contempla os referenciais e indicadores de suporte à execução do mesmo.

Os Serviços municipais reforçam que o relatório de execução das actividades realizadas evidencia o cumprimento do estipulado no protocolo de colaboração firmado no ano 2022, devendo referir-se que os incentivos municipais a esta instituição têm sido protocolados pela Câmara Municipal de Coimbra desde o ano de 2015.

Após 25 anos de actividade, a IPN Incubadora contribuiu já para a criação e desenvolvimento de mais de 400 startups tecnológicas, das quais, no final de 2021 (último ano com dados completos já disponíveis), cerca de 65% se encontravam em actividade, empregando directamente mais de 3.800 postos de trabalho altamente qualificados e apresentando um volume de negócios em Portugal próximo dos 281 milhões de euros, com um peso de 61% de exportações.