Coimbra  26 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cabo Verde: Implantado ‘pacemaker’ com contributo do CHUC

1 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Cabo Verde: Implantado ‘pacemaker’ com contributo do CHUC

A implantação por um médico cabo-verdiano de um ‘pacemaker’ definitivo, em Cabo Verde, marco inédito e histórico para este país africano, contou com o contributo do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra CHUC, foi hoje anunciado.

A intervenção foi realizada no início da semana passada pelo médico Luís Dias, que, nos últimos três anos, fez a sua formação como interno da especialidade de Cardiologia, no Serviço de Cardiologia B do CHUC.

Para o presidente do CHUC, José Martins Nunes, “a materialização dos continuados esforços de cooperação entre Portugal e Cabo Verde espelha bem o grande interesse sinérgico da ligação entre o hospitais de Coimbra e os médicos e os hospitais de alguns Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)”.

“Exemplos concretos como este constituem a tradução do acerto dos nossos esforços de assegurar o acesso a cuidados de qualidade a todos os países, na linha das melhores intenções do conjunto de hospitais e universidades da M8 Alliance, no quadro da defesa da Saúde Global, promovido pela Cimeira Mundial de Saúde”, sublinhou o responsável, em alusão ao facto de o consórcio CHUC / Universidade de Coimbra representar Portugal na Aliança M8 – o G8 da Saúde e na Cimeira Mundial de Saúde.

Martins Nunes salientou que “estes resultados e sucessos resultam de uma já longa experiência de relacionamento de Coimbra e do CHUC com países estrangeiros, numa experiência com lastro histórico significativo e na assunção da sua vocação de projeção internacional e das instituições que o constituem”.

O presidente do CHUC disse, ainda, que os hospitais de Coimbra “apresentam-se perante a comunidade dos PALOP e da M8 Alliance como uma instituição objectiva e comprovadamente habilitada e preparada para actuar como ponte privilegiada de intervenção em África”.

Na deslocação a Cabo Verde para o exame de especialidade de Luís Dias, alguns elementos do Serviço de Cardiologia B do CHUC, entre eles o seu director, Lino Gonçalves, realizaram várias acções de formação pós-graduada e discutiram com os colegas cabo-verdianos casos clínicos de vários doentes locais, refere o CHUC.

Foram também estabelecidos contactos com os responsáveis da estrutura de saúde daquele país, incluindo o ministro da Saúde, bastonário da Ordem dos Médicos, presidentes do Conselho de Administração do Hospital Agostinho Neto e do Colégio de Cardiologia da Ordem dos Médicos, com vista à implementação de vários projectos de colaboração futuros entre Cabo Verde e o CHUC.

“Esta colaboração com o Serviço de Cardiologia B do CHUC vai continuar para o futuro, esperando-se que em breve um colega cardiologista, juntamente com um técnico de cardiopneumologia, venham a este serviço e a este hospital realizar um estágio de aperfeiçoamento na área do ‘pacing’”, anunciou Lino Gonçalves.

Portugal está representado desde Outubro de 2015 na M8 Alliance pelo consórcio CHUC e Universidade de Coimbra.

A M8 Alliance tem como missão principal a melhoria da saúde a nível global. Promove a investigação translacional, bem como a inovação na abordagem da prestação de cuidados, almejando o desenvolvimento de sistemas de saúde eficazes na prevenção da doença.

LEGENDA

Reunião de trabalho no Ministério da Saúde de Cabo Verde. Da esquerda para a direita: Vanda Azevedo (presidente do Colégio de Cardiologia da Ordem dos Médicos de Cabo Verde), Lino Gonçalves (director do Serviço de Cardiologia do CHUC-HG), Arlindo do Rosário (ministro da Saúde de Cabo Verde), Nuno Quintal (representante do Colégio de Cardiologia da Ordem dos Médicos de Portugal), Luís Dias (cardiologista de Cabo Verde), José Nascimento (cardiologista do CHUC-HG)