Coimbra  20 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Bombeiros de Côja: Eleições e tomada de posse marcam aniversário

25 de Janeiro 2019

O 56.º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Côja, em Arganil, é assinalado, no sábado (26), mas de uma forma diferente do habitual: com as eleições para os órgãos sociais.

A concorrer está apenas uma lista, encabeçada pelo actual vice-presidente, Paulo Silva, e que terá como presidente da Mesa da Assembleia Geral o timoneiro dos voluntários de Côja há mais de 10 anos, Jorge Silva.

O actual presidente crê que “a lista eleita vai dar continuidade ao trabalho desenvolvido até aqui, mas melhorando-o”, realçando que “o futuro presidente está muito imbuído no espírito dos bombeiros”.

A árdua missão da corporação que, há 56 anos, presta auxílio aos arganilenses (e não só), não será, contudo, esquecida e vai ser celebrada com uma sessão solene mais informal do que o habitual e na presença das entidades oficiais do concelho e do distrito.

O aniversário é celebrado com festa, apenas, de cinco em cinco anos, pelo que em 2019, fica-se por um momento solene e o tradicional apagar de velas do bolo de aniversário.

Com perto de 60 elementos na corporação e um aumento de funcionários para a Associação, a grande prioridade desta e da próxima Direcção passa pela “renovação da frota de ambulâncias”, já que o socorro e o transporte de doentes é dos serviços mais requisitados e aquele com o qual podem angariar fundos. Estas aquisições são, contudo, por conta da própria Associação, pelo que têm vindo a ser feitas “consoante das possibilidades”, explica Paulo Silva, actual vice-presidente.

No futuro, as prioridades passam por “adquirir Equipamento de Protecção Individual para todos os bombeiros e, também, apostar na remodelação das instalações, uma vez que o quartel tem cerca de 35 anos e pouca capacidade para albergar as viaturas actuais”, adianta o futuro presidente. Importante, também, para a próxima Direcção é manter a colaboração com o Município e com a Protecção Civil, relembrando Paulo Silva que os Bombeiros de Côja foram os primeiros a ter a postos uma Equipa de Intervenção Permanente, a 01 de Julho de 2018. Um protocolo anual, mas que o responsável espera que seja renovado.

Por sua vez, Jorge Silva reforça que a Associação “está a primar por ter uma boa acção junto das populações, quer na actividade das ambulâncias, quer na de protecção civil e, no futuro, naquela que diz respeito à Equipa de Intervenção Permanente”, adiantando que a Associação pretende, também, criar equipas de intervenção permanente para a limpeza de florestas.

O objectivo é, como sempre, apoiar os cidadãos com os melhores meios, quer humanos como materiais. “Temos uma população muito idosa e vamos precisar cada vez mais de acompanhá-los”, reforça Jorge Silva, acrescentando que a corporação tem sido “muito elogiada em termos da assistência dada à população” e, como tal, o caminho a fazer só pode continuar a ser esse.

As eleições decorrem este sábado (26), entre as 11h00 e as 15h00, com mesas de voto na sede dos Bombeiros Voluntários. Após o apuramento dos resultados, segue-se a tomada de posse dos novos corpos sociais para o triénio 2019-2021, a partir das 17h00, e a celebração do aniversário.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com