Coimbra  26 de Janeiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Biblioteca de Cantanhede assinala Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

3 de Dezembro 2020 Jornal Campeão: Biblioteca de Cantanhede assinala Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

A propósito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que se assinala esta quinta-feira, 03 de Dezembro, a Biblioteca Municipal de Cantanhede preparou a apresentação de um áudio-conto do livro infantojuvenil “Catarina, o Urso e Pedro”, que se encontra disponível na plataforma “Levamos a Biblioteca perto de si”.

Elaborado pela escritora e ilustradora alemã Christiane Pieper, o conto narra as aventuras e desventuras de Pedro, um menino com incapacidade motora que se desloca em cadeiras de rodas, com os seus amigos, Catarina e Urso. Os três divertem-se imenso através de uma viagem pelo mundo fora, mostrando que com a amizade tudo é possível, ultrapassando barreiras física e mentais, mesmo quando a deficiência é uma realidade. Trata-se de um texto que visa sensibilizar e educar os pequenos leitores para a temática da deficiência, realçando através do aspecto lúdico para a necessidade de, logo a partir da infância, se tentar construir um mundo mais igualitário, mais rico em diversidade e mais solidário, pautado pelo respeito pela diferença resultante da deficiência.

“Catarina, o Urso e Pedro” pode ser ouvido na página da Biblioteca Municipal, em “Levamos a biblioteca perto de si”, que se encontra alojada no Portal do Município de Cantanhede. Aí poderão ser igualmente visionados os testemunhos de Lurdes Breda, escritora de livros infantis e juvenis, e de Rui Gaspar, licenciado em Gestão e com pós-graduação em Marketing, ambos portadores de deficiência motora e que partilharam as suas experiências de vida, nomeadamente algumas das dificuldades e obstáculos com que se têm deparado.

Sobre o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, Pedro Cardoso, vice-presidente da Câmara Municipal sublinha “a importância de se assinalar esta data, no sentido em que ela nos confronta a todos com o muito que ainda falta fazer para assegurar a integração total de quem enfrenta algum tipo de limitação. Ao longo da minha experiência de vida, tive o privilégio de conhecer várias pessoas portadoras de deficiência que, felizmente, conseguiram afirmar-se social e profissionalmente, ultrapassando barreiras e obstáculos por vezes bem difíceis”, referiu o autarca, adiantando que guarda “esses exemplos de coragem e superação como referência sobre como a vida deve ser vivida independentemente das circunstâncias”.

Segundo Pedro Cardoso, “da parte do Município de Cantanhede tem havido uma crescente preocupação em tornar o concelho cada vez mais inclusivo, com lugar para todos, um lugar sem barreiras físicas e psíquicas. Ainda que este seja um desafio complexo e especialmente exigente, ele está cada vez mais presente em todas acções e iniciativas da Câmara Municipal, de modo a criar condições que atendam às necessidades específicas das pessoas com deficiência e facilitar a sua inclusão aos mais diversos níveis”.

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência tem como principal objectivo motivar a sociedade em geral para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência, trabalhar em prol dos direitos e do bem-estar da pessoa portadora de deficiência física ou mental, procurando criar um mundo mais inclusivo e mais justo.

Este é o objectivo enunciado pela Organização das Nações Unidas (ONU) que, em 1992 avançou com a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e instaurou o dia 03 de Dezembro como Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

“Pretende-se, assim, promover maior compreensão dos assuntos respeitantes à deficiência e incentivar a defesa da dignidade e dos direitos da pessoa com deficiência e aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela inclusão dessas pessoas em cada aspeto da vida política, social, económica e cultural”, disse a autarquia.