Coimbra  22 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Bem-estar animal e energia sustentável vencem Orçamento Participativo

4 de Julho 2019

Das 93 propostas apresentadas à segunda edição do Orçamento Participativo de Coimbra, venceram dois projectos distintos: a criação de um parque canino e de um sistema de produção de energia fotovoltaica.

Os vencedores foram conhecidos, hoje, durante a sessão solene do Dia da Cidade, nos Paços do Concelho.

Os quatro projectos aprovados pelo Município de Coimbra somam um valor de 490 000 euros e vão passar à fase de execução.

“O Sítio dos Cães – Criação de um parque canino”, da autoria de Catarina Lopes Serra, foi o vencedor do programa ‘Coimbra Participa’, com um milhar de votos. Está orçado em 50 000 euros e visa a construção de um espaço para cães na freguesia de Santo António dos Olivais, na zona urbana da cidade, “onde os animais possam exercitar e socializar”.

O segundo projecto mais votado e igualmente vencedor, com 589 votos, foi o “Coimbra Cidade Sustentável – Auto-consumo Fotovoltaico”, apresentado por Manuel Dias, com um orçamento de 200 000 euros, que pretende a implementação de um programa de incentivos à aquisição de um sistema de produção de energia fotovoltaica, com ou sem armazenamento para auto-consumo.

O Orçamento Participativo contou, ainda, com a vertente para os mais jovens – com o ‘Coimbra Jovem Participa’ – do qual saiu vencedor o projecto “Verd’O Parque”, com 1 052 votos, tendo como proposta a transformação de uma zona do Parque Verde do Mondego, entre o Exploratório e o rio, num espaço de fruição com diversas zonas e um anfiteatro. Esta ideia vencedora, da autoria de Sofia Isabel Chéu Reis, prevê um investimento de 200 000 euros.

O segundo projecto mais votado no ‘Coimbra Jovem Participa’, com 165 votos, e um orçamento de 40 000 euros, foi apresentado por Daniela Filipa Silva Lopes, e consiste na organização de uma série de eventos nas freguesias do concelho, com o objectivo de melhorar as relações de parentalidade entre filhos e cuidadores.

A iniciativa contou com 93 propostas, mais 39 do que na primeira edição, dos quais 46 foram a votação, registando 6 500 votos, somando os projectos do Coimbra Participa (dirigida a adultos) e do Coimbra Jovem Participa (para os jovens).

A sessão solene serviu, também, para entrega dos prémios municipais de arquitetura “Diogo de Castilho 2019” aos arquitectos Alexandre Dias e Maria Amália Freitas, pelo projecto das novas instalações da cooperativa Plural, e aos arquitectos Luísa Bebiano, Carlos Antunes e Desirée Pedro, pelo projecto de reabilitação do edifício da Cerâmica Antiga de Coimbra.

O prémio “Edmundo de Bettencourt/Canção de Coimbra” foi atribuído ao trabalho discográfico “Sublime o teu sair de ti”, do grupo “Na cor do avesso”.

Outros dos homenageados nesta sessão foi a Filarmónica União Taveirense, a celebrar os seus 150 anos, que recebeu a Medalha de Ouro da Cidade.

 

Entrega prémio municipal Arquitectura

Entrega prémio municipal Arquitectura – Cerâmica Antiga de Coimbra

Prémio Arquitectura - Plural

Prémio Municipal de Arquitectura – Plural

Prémio Canção de Coimbra - Na Cor do Avesso

Prémio Canção de Coimbra – Na Cor do Avesso

Medalha ouro Filarmónica União Taveirense

Medalha de Ouro da Cidade entregue à Filarmónica União Taveirense

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com