Coimbra  21 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“Baixa” tem mais encanto na época de Natal com actividades para todos

4 de Dezembro 2018

Alexandra Monteiro (Ordem Terceira); João Silva (Blue House); Ricardo Jerónimo (Lugar Comum); Vítor Marques (APBC); Catarina Pires (JACC); Pedro Marcelino (Sanfil) e Dina Maia

 

Um concurso de fotografia, música em locais em lojas recentemente encerradas do centro histórico de Coimbra e o programa “Sophia”, especialmente dedicado ao património histórico da rua da Sofia são as propostas inovadoras da programação de Natal da Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC).
A associação apresentou, hoje, na Ordem Terceira, o seu programa de Natal, que decorre desde 25 de Novembro e permanecerá até 07 de Janeiro, na presença de muitos parceiros que ajudam a dar vida às dezenas de actividades previstas para esta época natalícia.
Uma vez mais, a APBC pretende o dinamismo da “Baixa” da cidade e do seu comércio tradicional, apresentando “actividades criativas e inovadoras”, explicou Vítor Marques, presidente da associação.
“À semelhança de anos anteriores, a APBC decidiu investir em actividades que tivessem maior impacto no público, integrando assim uma programação adequada aquilo que entendemos que tem os melhores resultados”, afirmou o presidente para justificar, nomeadamente, a ausência de som nas ruas. Essa animação sonora iria ascender “a metade do orçamento gasto este ano com outras actividades que, de facto, chamam as pessoas à ‘Baixa”, argumentou.
Assim, desta programação destacam-se três propostas inovadoras: o projecto ‘Sophia’, em parceria com o Jazz ao Centro Clube (JACC), cujo principal objectivo é “trazer pessoas para a rua e valorizar este património que está um pouco esquecido, em particular na rua da Sofia, outrora tão importante”, explicou Catarina Pires, do JACC, adiantando que se pretende, ainda, “valorizar esse mesmo património e reavivar a memória”.
Haverá, por isso, visitas guiadas aos colégios da Sofia (08 e 22 de Dezembro); os concertos “Paisagens sonoras da cidade: ressonâncias da ‘Alta’ e ‘Sofia’”, de Luís Antero e Pedro Martins (08 de Dezembro) e do grupo vocal Ad Libitum (23 de Dezembro); a performance sonora “Ó!”, de Américo Rodrigues, Rogério Pires e Ulrich Mitzlaff (16 Dezembro); o espectáculo “Perder o Chão”, de Vânia Couto e Filipe Eusébio (22 de Dezembro); bem como oficinas de música e de artes performativas, promovidas pelo Serviço Educativo do JACC e com apresentação pública a 22 de Dezembro.
Outra das novidades deste ano é o projecto ‘Emergentes’, em parceria com a produtora Blue House, que trabalha exclusivamente com músicos e bandas conimbricenses ou que criam a sua música na cidade. A ideia é, precisamente, “levar esses projectos musicais emergentes a espaços diferentes dos habituais”, como sejam as lojas recentemente encerradas da “Baixa” ou, como lhes chama Ricardo Jerónimo, “espaços expectantes”, que estão “em transição mas nos quais podem acontecer muitas coisas”.
Os showcases terão lugar nos sábados de 15 e 22 de Dezembro, em vários locais do centro histórico e vão contar com Pinhata, Defrosted Pork Chops, Filipe Furtado, Busted Kittens e MC Ruze.
Este ano, destaque, também, para o concurso de fotografia, que poderá ser uma forma dos cidadãos “virem à ‘Baixa’ fotografar as ruas, as lojas, as pessoas”.
A par destas actividades, realizar-se-ão diversas outras dedicadas aos visitantes mais novos da “Baixa”, animação de rua, arruadas, sem esquecer a tradicional tômbola de Natal (que terá início dia 08 e com sorteio a 07 de Janeiro), na qual os clientes podem ganhar um cabaz de Natal, com produtos oferecidos por 30 estabelecimentos comerciais daquela zona da cidade; e, claro, a famosa ‘Festa do Galo’, nos restaurantes aderentes e que irá decorrer entre 15 e 22 de Dezembro, sempre com cariz solidário.
Com 10 000 euros de investimento, esta é uma programação que está integrada no programa mais vasto da Câmara Municipal de Coimbra e que inclui, ainda, uma pista de gelo, a ‘Casa do Pai Natal’ e muitas outras iniciativas.

Apoio de todos os parceiros é fundamental

Reconhecendo que a APBC tem sérias dificuldades de tesouraria, Vítor Marques não quis deixar de agradecer a todos quanto têm contribuído financeiramente para que a Agência continue a desenvolver as suas actividades habituais, destacando os apoios da Câmara Municipal de Coimbra, da Sanfil Medicina, da Auto-Industrial e da Barreiros & Vilas, bem como de alguns comerciantes que, este ano, ajudaram com 25 euros a tornar real a programação natalícia de 2018.
Um conjunto de actividades que, realça Vítor Marques, “são também um desafio aos comerciantes, para que se sintam motivados a abrirem as suas portas aos sábados à tarde e domingos”, verificando que “os consumidores também vêm à ‘Baixa’ nesses dias e que estas actividades propostas cativam, de facto, as pessoas”.
O responsável apela, por isso, a que os empresários dos estabelecimentos sejam “os embaixadores da ‘Baixa’, divulgando os eventos aqui realizados, decorando e iluminando as suas montras e sendo parceiros da APBC na realização das diversas actividades”, reforçou, adiantando que “não são precisas figuras públicas para promover a ‘Baixa’”.
Vítor Marques deixou, ainda, uma mensagem à Polícia de Segurança Pública e Polícia Municipal, para que reforcem o policiamento de proximidade nesta época; alertando, também, potenciais visitantes da ‘Baixa’ para que “venham passear mas também entrem nas lojas e conheçam os comerciantes e os seus produtos”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com