Coimbra  28 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Autárquicas: “Mais Coimbra” acena com Mondego estratégico

7 de Junho 2017 Jornal Campeão: Autárquicas: “Mais Coimbra” acena com Mondego estratégico

O candidato da coligação “Mais Coimbra” à liderança do Município, Jaime Ramos (PSD), preconizou, ontem (06), que as câmaras de Coimbra e da Guarda definam uma estratégia acerca do rio Mondego.

O médico, ex-governador civil de Coimbra, disse que tal estratégia, envolvendo outros concelhos, deve prosseguir fins ambientais, valorizando as paisagens e proporcionando desenvolvimento sustentável.

Álvaro Amaro, presidente da Câmara Municipal da Guarda, economista, e Jaime Ramos foram protagonistas de uma conversa que teve como fio condutor a coesão territorial e a cooperação futura entre as cidades numa lógica de reforço da importância da região Centro.

O ex-governador civil vincou a importância da “promoção de parcerias” com municípios vizinhos do de Coimbra e com outras capitais de distrito em matérias como vias estruturantes, ferrovia e recursos naturais, tendo o Mondego como denominador comum.

O líder do Município da Guarda incentivou Jaime Ramos a manter a sua “estratégia de afirmação de Coimbra na liderança da região Centro”, indica um comunicado da coligação PSD – CDS/PP – PPM – MPT.

Ramos estabeleceu como objectivos a exigência da construção do IC6 (até Oliveira Hospital / Covilhã) e do IC7 (ligando a Fornos de Algodres / Guarda).

Segundo o referido comunicado, a candidatura “Mais Coimbra” insiste na necessidade de remodelação da Linha da Beira Alta e exige investimento num plataforma logística de mercadorias entre Souselas e Pampilhosa (Mealhada).

A criação de um “triângulo de cooperação” (Coimbra, Guarda e Salamanca) foi proposta pelo médico, que salientou o potencial das universidades conimbricense e daquela cidade espanhola.