Coimbra  16 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Autárquicas: Jaime Ramos espera ser “príncipe encantado”

1 de Março 2017 Jornal Campeão: Autárquicas: Jaime Ramos espera ser “príncipe encantado”

Jaime Ramos, que se reuniu com autarcas do movimento Cidadãos por Coimbra (CpC), disse, hoje que espera ser o “príncipe encantado” capaz de fazer despertar a cidade.

Para o candidato à presidência da Câmara conimbricense apoiado pelo PSD e pelo CDS/PP, Coimbra é “uma espécie de bela adormecida a carecer de um príncipe encantado para a fazer despertar”.

O médico encetou com o vereador eleito por CpC, José Augusto Ferreira da Silva, e com o líder da bancada do movimento cívico na Assembleia Municipal de Coimbra, José Reis, “um diálogo que contribua para o desenvolvimento da cidade e da região”.

Ao proclamar a vantagem do trabalho em conjunto, o candidato a líder municipal defendeu que urge “inverter a escalada de declínio de Coimbra”.

“Isto tem de mudar e, por isso, vai mudar”, opinou o vereador de CpC, que se regozijou com o convite do médico ao insurgir-se contra a postura de auto-suficiência do presidente cessante da autarquia, Manuel Machado (PS).

Ao fazer a apologia do diálogo como “condição de melhoria da governação do Município”, o vereador preconizou “um amplo debate no sentido da obtenção de consensos em prol de Coimbra”.

Sem prejuízo de dialogar com Jaime Ramos, Ferreira da Silva disse aos jornalistas que CpC aspira a ser uma “alternativa ganhadora, capaz de se intrometer na hegemonia protagonizada pelo PS e pelo PSD”.

Em 11 actos eleitorais, o PS alcançou seis triunfos e o PSD, aliado ao CDS, obteve cinco vitórias.

Para José Reis, economista e professor universitário, que foi membro do segundo Governo de António Guterres (PS), Coimbra “precisa de possuir uma voz audível em Portugal e de ter o respeito do país”.

Neste contexto, o autarca reiterou a identificação do movimento Cidadãos por Coimbra com os agentes políticos que subscrevam aquele ponto de vista.