Coimbra  24 de Fevereiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Autarquias distribuem cabazes de Natal aos mais carenciados

20 de Dezembro 2017

Dezembro é, habitualmente, o mês da solidariedade e, se as instituições reforçam essa sua componente, as autarquias também não descuram o apoio aos seus munícipes. O exemplo é dado pela Câmara Municipal de Cantanhede e pela da Lousã, as quais, recentemente, entregaram cabazes de Natal aos mais carenciados.

No concelho gandarez, a autarquia ofereceu 85 cabazes de Natal à Conferência de São Vicente de Paulo, que depois tem a responsabilidade de os entregar às famílias em situação de carência.

Foi Helena Teodósio, presidente da Câmara Municipal, que procedeu à entrega formal dos cabazes, segunda-feira (18), no decurso de um encontro com os representantes daquela entidade de carácter social. A autarca afirmou que “a situação dos que famílias socialmente fragilizadas é uma preocupação de todos os dias na Câmara Municipal, mas este é um período que, naturalmente, dá maior sentido a este gesto, a esta atenção para com os que mais precisam, no sentido de lhes proporcionar um conjunto de bens que certamente tornarão a sua consoada mais próxima daquilo que desejamos para todos os lares”.

A líder do executivo municipal cantanhedense enfatizou, ainda, “a importância do envolvimento da Conferência de São Pedro nesta iniciativa que tem nesta altura um significado simbólico”, aproveitando para agradecer “a abertura dos seus responsáveis nas negociações que estiveram na base do acordo que permite à Câmara avançar com a requalificação das habitações sociais que a instituição possui no bairro Vicentino”.

Ildefonso Samelo, representante da Conferência de São Vicente de Paulo, explicou que “os cabazes são entregues a famílias ou pessoas sinalizadas pela instituição por estarem em situação de carência, uma prenda que faz diferença para quem a recebe, na forma de passar esta quadra”.

Na Lousã também houve cabazes

À semelhança de Cantanhede, também o Município da Lousã manteve a tradição e entregou 51 cabazes de Natal às famílias mais carenciadas do concelho.

Os géneros alimentares foram os principais produtos incluídos nos cabazes, que pretendem “dar a estas famílias um Natal mais digno e feliz”, adianta a autarquia.

Os beneficiários foram identificados pelos serviços de Acção Social da Câmara Municipal e pela rede social de acordo com critérios rigorosos e definidos.

O presidente da Câmara, Luís Antunes, referiu que “apesar de nesta época do ano a solidariedade estar mais presente, a autarquia procura, dia após dia e dentro das limitações existentes, dar resposta às famílias em situação de vulnerabilidade económica, procurando criar as melhores condições para que estas tenham as melhores condições de vida”.

Além de ter adquirido os 51 cabazes, a Câmara colaborou, ainda, na preparação de outros 44, que serão entregues pela Junta de Freguesia de Serpins às famílias afectadas pelos incêndios florestais.

Esta acção “insere-se na política de apoio às famílias desenvolvida pela autarquia que contempla diversas medidas directas de auxílio às pessoas, onde a Câmara Municipal investe, anualmente, cerca de dois milhões de euros e cuja acção é reconhecida, nomeadamente através da atribuição, pelo sexto ano consecutivo, do galardão ‘Autarquia + Familiarmente Responsável’”.

Entrega cabazes Natal - Lousã

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com