Coimbra  5 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Autarcas visitaram obras do Sistema de Mobilidade do Mondego

13 de Maio 2021 Jornal Campeão: Autarcas visitaram obras do Sistema de Mobilidade do Mondego

As obras de construção do troço Alto de São João – Serpins, do Sistema de Mobilidade do Mondego, foram visitadas, ontem (12), pelos autarcas de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã.

Na visita estiveram também administradores da Infra-estruturas de Portugal e da empresa Metro Mondego e técnicos da obra e municipais

Segundo a Câmara Municipal de Coimbra, a empreitada de construção o Sistema de Mobilidade do Mondego, no troço Alto de São João (Coimbra) e Serpins (Lousã), “está a decorrer a bom ritmo”, tendo esta sido consignada a 11 de Setembro de 2020, num investimento de 23,7 milhões de euros.

As intervenções em curso têm sido dirigidas sobretudo para desmatações; demolições; reperfilamento e tratamento de taludes; e adaptação da infra-estrutura do canal técnico.

Neste momento, estão em curso trabalhos de construção de muros gabiões; alargamento da plataforma nas futuras zonas de cruzamento dos veículos; assim como o reforço das fundações e dos pilares de pontes e pontões, designadamente a da Portela e de Ceira. No âmbito desta intervenção vão, ainda, ser adaptadas 17 paragens face ao existente; requalificadas 13 pontes e pontões; pavimentados sete túneis; e instalados sistemas de segurança e 75 taludes de aterro; havendo escavações a intervencionar e 25 intersecções rodoviárias e pedonais, entre outras intervenções.

O Sistema de Mobilidade do Mondego é um projecto que vai ligar, por Metrobus, Serpins (Lousã) e Coimbra B, com uma linha urbana até ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, numa extensão total de 42 Km.

Para além das referidas anteriormente, vários outros trabalhos já estão em curso, desde logo a conclusão da Via Central para a passagem do Metrobus na Baixa de Coimbra.

No início do mês de Maio, o Governo autorizou a empresa Metro Mondego S.A. a desenvolver os procedimentos para a contratação da empreitada de construção do Parque de Material e Oficinas/Estação de Recolha, que irá localizar-se em Ceira, e a comprar 40 veículos eléctricos para o Sistema de Mobilidade do Mondego. O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, destaca a importância da localização deste equipamento, evidenciando que isso “vai ser um enorme contributo para o desenvolvimento da freguesia e dos territórios circunvizinhos” e que “este é um momento muito relevante” para a concretização deste projecto “que vai melhorar a qualidade de vida das populações de Coimbra e da região”.