Coimbra  14 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Aurora Oliveira sucede a José Castanheira na presidência da Advocal

11 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Aurora Oliveira sucede a José Castanheira na presidência da Advocal

Uma actuação conjunta do Advocal e do Fadvocal, no Conselho Regional de Coimbra da Ordem dos Advogados

A nova presidente da Direcção da Advocal, Associação Artística do Distrito Judicial de Coimbra, é Aurora Oliveira, sucedendo no cargo a José Castanheira.

Realizou-se na passada terça-feira (dia 9) a Assembleia-Geral da Advocal, com a lista única apresentada a sufrágio a ser eleita por unanimidade, para o mandato 2024/26.

Segundo o presidente cessante da Direcção, a principal alteração que se propunha à Assembleia era a passagem da presidência para uma das fundadoras da Associação, assim se operando “uma renovação desejável nas práticas directivas e demais orientação associativa”.

Os novos corpos sociais da Advocal são os seguintes:

DIRECÇÃO – Maria Aurora Vieira de Oliveira (presidente); Cláudia Martins (vice-presidente); Gilda Gaspar (secretária); Carlos Silva (tesoureiro); José Pedro Côrte-Real (vogal); Jorge Barroco e Fernanda Gapo (suplentes); José Castanheira (suplente e relaçóes públicas).

ASSEMBLEIA-GERAL – Verónica Mendes (presidente); Artur Cordeiro (1.º secretário); João Carlos Paz Valente (2.º secretário).

CONSELHO ARTÍSTICO -Augusto Mesquita (presidente); Amaro Jorge (1.º vogal); Maria de Lurdes Simões de Carvalho (2.ª vogal).

CONSELHO FISCAL – José Gapo (presidente); Catarina Providência (1.º vogal); Elisabete Branco (2.º vogal).

A Advocal foi constituída no ano de 2003, começando por ser um Coro Misto de Advogados – o Advocal – sob a orientação do maestro Augusto Mesquita. Tem por objecto a interpretação e divulgação de actividades culturais e musicais, sendo composta por advogados e advogados estagiários inscritos pelo Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados, estando aberto a outros profissionais do foro judicial – alunos de Direito e magistrados judiciais.

No repertório do Grupo Coral Advocal tem papel primordial a música portuguesa, sacra, erudita e popular, abordando também música sacra e profana de outros países.

No ano de 2005 a Advocal passou a ter também um Grupo de Fados de Coimbra – o Fadvocal. No ano de 2009 o Fadvocal editou o seu 1.º CD de originais “Velhas Margens NovasPontes”, no ano de 2013 o seu 2.º CD “Direito ao Fado” – constituído também por temas originais do grupo e com a participação de dois cantores convidados: Arlindo de Carvalho e Vitorino, e no ano de 2019 editou o seu 3.º CD de originais “No fio da navalha”.