Coimbra  4 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Atribuídos pelouros na Câmara Municipal de Cantanhede

21 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Atribuídos pelouros na Câmara Municipal de Cantanhede

A presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, Helena Teodósio, comunicou, esta quinta-feira (21), durante a primeira reunião do Executivo, a composição da equipa que vai gerir a autarquia nos próximos quatro anos e o respectivo enquadramento de competências.

O modelo estabelecido pela líder da autarquia apresenta um Executivo com três elementos em regime de tempo inteiro e a atribuição do cargo de vice-presidente da Câmara a Pedro Cardoso.

Relativamente à distribuição dos pelouros, Helena Teodósio mantém sob a sua alçada a Gestão Financeira, Planeamento e Contratação Pública, Inovação e Modernização Administrativa, Gestão de Recursos Humanos, Obras Municipais e Empresa Municipal, o Planeamento Estratégico e Desenvolvimento Económico, Protecção Civil, Juntas de Freguesia e Turismo, Exposições/Grandes Eventos, Relações Institucionais Nacionais e Estrangeiras e Comunicação Social, Imagem e Protocolo.

Por seu lado, Pedro Cardoso continua a gerir as áreas que já detinha no anterior mandato, designadamente a Educação, Cultura, Gestão Urbanística e Ordenamento do Território, Assuntos Jurídicos e Contencioso e Juventude.

A vereadora Célia Simões fica responsável pelos pelouros da Solidariedade e Acção Social, Saúde, Gestão Administrativa e Notariado, bem como da Qualidade e Certificação e da Habitação Social, este último uma novidade relativamente ao mandato anterior.

Nos sectores atribuídos a Adérito Machado não se regista qualquer alteração, pois este vereador a tempo inteiro mantém os do Desporto, Feiras e Mercados, Fiscalização e Contraordenações, Recursos Naturais, Desenvolvimento Agrícola e Florestal, Segurança e Trânsito, Património e Edificações.

Integram ainda o Executivo camarário cantanhedense Fernando Pais Alves (PSD), Cristina Jesus e Carlos Sérgio Negrão (ambos eleitos pelo PS), nos três casos sem funções executivas atribuídas.