Coimbra  28 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra organiza experiências em tricicleta

4 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra organiza experiências em tricicleta

A Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), no âmbito do projecto Erasmus + “RunFree”, organizou um evento “Corro com Asas nos Pés”, no sábado (2), onde proporcionou a dezenas de crianças a estreia na tricicleta.

Cerca de dez crianças e jovens entre os 4 e os 13 anos, utentes de várias respostas da APCC, experimentaram, pela primeira vez, as sensações de correr numa tricicleta, durante o evento que teve lugar na pista de atletismo do Estádio Cidade de Coimbra.

Ao longo de toda a manhã, sucederam-se as corridas e os sprints, com os participantes a encontrarem a melhor forma de correr na tricicleta – que é o nome do veículo, mas também de uma disciplina em que se corre com os pés, sentado num equipamento com três rodas e três apoios.

Sempre atentos, e prontos a prestar todo o apoio necessário, estiveram profissionais de diferentes áreas na APCC (em particular do Departamento de Educação Física e Desporto, entre os quais a actual seleccionadora nacional da disciplina, Ana Nunes), que asseguraram o acompanhamento técnico.

“No final, foi unânime a opinião de que, além dos benefícios a nível motor, psicológico e social, esta é também uma actividade desportiva muito divertida, em particular para os mais pequenos. Proporcionar essa descoberta era, aliás, um dos objectivos desta iniciativa, enquadrada no projecto europeu “RunFree”, bem como a identificação de potenciais novos atletas”, referiu a Associação.

O evento “Corro com Asas nos Pés” foi organizado pela APCC, com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra, da Federação Portuguesa de Atletismo, da Associação Distrital de Atletismo de Coimbra e da Paralisia Cerebral – Associação Nacional de Desporto (PCAND).

A tricicleta é uma vertente do atletismo adaptado dirigida a pessoas com paralisia cerebral e deficiências motoras que afectem o movimento ou o equilíbrio, que se desloquem em cadeira de rodas ou que não tenham uma corrida funcional a pé. O projecto “RunFree: RaceRunning – Speed and Freedom for All” – em que a APCC tem como parceiras entidades da Alemanha, Dinamarca e Escócia e a principal associação internacional de desporto para pessoas com paralisia cerebral – pretende projectá-la como um dos desportos ou actividades recreativas com mais praticantes em todo o mundo.