Coimbra  26 de Janeiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Associação da Vinha da Rainha assinala 78 anos dedicados à sociedade

27 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Associação da Vinha da Rainha assinala 78 anos dedicados à sociedade

A Associação Cultural Desportiva e de Solidariedade da Freguesia da Vinha da Rainha assinala, dia 01 de Dezembro, 78 anos de existência, num contexto pandémico que impossibilita as comemorações.

Ainda assim, Fernando Cavacas, presidente da Direcção, referiu que pretendem assinalar a data, a nível interno, com uma pequena celebração, de forma a manifestar o seu agradecimento a todos aqueles que estão associados à Instituição, desde as crianças até aos idosos, cujas famílias continuam a confiar no trabalho da IPSS e também aos colaboradores. “A estes, de um modo particular, agradecer o espírito de Missão com que têm desenvolvido a sua actividade, especialmente neste período de combate à pandemia”, concluiu o presidente.

A Associação Cultural Desportiva e de Solidariedade da Freguesia da Vinha da Rainha é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada em 1942 com fins essencialmente recreativos. Posteriormente em 1988 e 1989 foram efectuadas duas revisões aos seus Estatutos para os adaptar às novas exigências da solidariedade social, tendo em conta as necessidades da população local.

Neste campo, assumiu como objectivos o desenvolvimento de acções de protecção aos cidadãos na velhice e invalidez e em todas as situações de falta ou meios de subsistência ou de incapacidade para o trabalho, prestando apoio a crianças, jovens, à família e à integração comunitária.

A Instituição tem em funcionamento várias valências/respostas sociais: creche, CATL, centro de dia, serviço de apoio domiciliário, centro de convívio e duas estruturas residenciais para idosos.

A Associação da Vinha da Rainha pretende ser uma estrutura de referência nos cuidados a proporcionar à população sénior e infância/juventude, providenciando aos utentes, o melhor nível de qualidade de vida possível. “Cuidamos de forma individualizada, com respeito, rigor e dignidade que merecem”, afirma a Instituição.

A Associação Cultural Desportiva e de Solidariedade da Freguesia da Vinha da Rainha, conta, para além da área Social com área Cultural, Desportiva e da formação profissional.

Assim, na área Cultural, a Associação da Vinha da Rainha dispõe de um Grupo de Teatro, “Parras da Vinha”; na Secção  Desportiva, o objectivo consiste no desenvolvimento de actividades desportivas que proporcionem a ocupação dos tempos livres das crianças e jovens da freguesia e, quando se justifica, fora dela, abrangendo as actuais modalidades de futebol 11 e futebol 7, designadamente iniciados, infantis, traquinas, petizes, benjamins, juvenis, juniores e seniores, e, ainda, a secção de BTT.

A Associação é uma entidade que se dedica, também, ao serviço da formação e educação de jovens e adultos com vista, essencialmente, ao desenvolvimento de competências que contribuam para a empregabilidade dos indivíduos.

“Somos uma Entidade Formadora Certificada pela DGERT em diversas áreas de formação e também uma entidade Certificada pela DGADR, na área da Distribuição, Venda e Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos”, salienta a Instituição.

Devido à pandemia todas estas áreas que integram a Associação da Vinha da Rainha estão a ser afectadas.

“As Respostas Sociais na área da Infância continuam em funcionamento, com todas as recomendações da Direcção-Geral da Saúde e de acordo com o Plano de Contingência, o qual está em constante actualização. No que reporta à área Sénior, os utentes de Centro de Dia encontram-se domiciliados, os cuidados estão a ser prestados nos seus domicílios; o Serviço de Apoio Domiciliário e as duas Estruturas Residenciais para Idosos estão a funcionar de acordo com as orientações emanadas da Direcção-Geral de Saúde. Por fim, o Centro de Convívio, está suspenso desde Abril. Já na secção Desportiva, esta foi muito afectada com a pandemia, tendo em linha de conta que só os Seniores é que estão em competição. Na área da formação de futebol 7 e futebol 11 apenas há actividade em termos de treinos. Quanto à Secção do Teatro, desde o início da pandemia que o Grupo cancelou as apresentações agendadas e foi impedido de festejar o 10.º aniversário”, esclarece a Associação.

Apesar de todas as dificuldades, a Instituição está já a pensar no futuro, tendo dois projectos em curso: a reabilitação da ERPI 1, obra já adjudicada, com apoios do programa “Centro 2020” que deverá ter início no 1.º trimestre do ano de 2021; e a realização de reparação e ampliação da ERPI 2 que actualmente alberga as valências de ERPI e de Creche, aumentando a capacidade existente através de candidatura submetida ao Programa PARES. Estes projectos terão um investimento total de perto de 1,5 milhões de euros.