Coimbra  19 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Assembleia Municipal de Coimbra aprova empréstimos de quase 20 milhões de euros

26 de Julho 2023 Jornal Campeão: Assembleia Municipal de Coimbra aprova empréstimos de quase 20 milhões de euros

A Assembleia Municipal de Coimbra aprovou dois novos empréstimos e a renegociação de outro, num total de quase 20 milhões de euros, num processo que começou há três meses e que obrigou a uma segunda sessão.

A sessão extraordinária desta quarta-feira da Assembleia Municipal de Coimbra centrou-se na discussão da proposta de um empréstimo de 10,5 milhões de euros para investimentos do Município, outra de renegociação do crédito associado à construção do Estádio Cidade de Coimbra (6,3 milhões de euros) e uma terceira de um empréstimo de 2,83 milhões de euros para aumento de capital no fundo imobiliário Coimbra Viva.

O processo começou há três meses, em reunião do Executivo, e até já tinha sido votado e aprovado, no final de Junho, em Assembleia Municipal de Coimbra (na altura com as três propostas juntas num único processo), mas sem a maioria absoluta que é exigida para este tipo de processos.

Na Assembleia Municipal, o PS tem o maior número de deputados municipais, apesar de ser a coligação Juntos Somos Coimbra (PSD/CDS/Nós/Cidadãos!/PPM/Aliança/RIR e Volt) que lidera a Câmara Municipal, onde tem maioria absoluta.

Posteriormente, houve uma reunião extraordinária do Executivo para aprovar as três propostas de empréstimo já divididas em lotes, tal como defendido inicialmente pelo PS.

Na votação desta quarta-feira todos os partidos, com excepção da CDU, votaram a favor no lote relativo ao aumento de capital do fundo Coimbra Viva.

Já relativamente ao empréstimo para investimentos do Município, os votos a favor da CDU (que tem cinco elementos na Assembleia Municipal), aos quais se juntaram os das várias forças da coligação Juntos Somos Coimbra permitiram que a proposta fosse aprovada com maioria absoluta (houve votos contra dos dois deputados do movimento Cidadãos por Coimbra e a abstenção do PS).

A renegociação do empréstimo associado à construção do Estádio Cidade de Coimbra teve a unanimidade das forças políticas representadas.

Durante a sua intervenção inicial, o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva realçou que o empréstimo para aumento de capital do fundo Coimbra Viva vai permitir avançar com a construção de uma residência de estudantes na Baixa da cidade, salientando que o crédito de 10,5 milhões de euros vai permitir dar resposta a vários investimentos no concelho, como o Centro Cívico do Ingote, a reabilitação dos Paços do Concelho, a compra de um imóvel para albergar empresas e ‘startup’ na Praça do Comércio e a construção do novo Arquivo Municipal de Coimbra.