Coimbra  19 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Às doze badaladas tem início mais uma Queima das Fitas de Coimbra

3 de Maio 2018 Jornal Campeão: Às doze badaladas tem início mais uma Queima das Fitas de Coimbra

Ao som das 12 badaladas, hoje, a cidade de Coimbra entra numa das suas maiores festas: a Queima das Fitas, que se estende até à próxima semana (dia 11, sexta-feira).

Milhares de estudantes dão início à sua vida académica, outros milhares dizem adeus a um período que não mais voltarão a viver e cujo ponto de encontro é a ‘Serenata Monumental’, na Sé Velha de Coimbra.

Seguem-se as habituais ‘Noites do Parque’, na praça da Canção, entre 04 e 11 de Maio, com o ponto alto a ser o cortejo dos fitados, no domingo (06), a partir das 14h00, com partida da “Alta” da cidade até ao largo da Portagem. Nessa manhã, os grelados cumprem a tradição na habitual “Queima do Grelo”, pelas 11h00, na Sé Nova.

E porque Queima significa tradições, algumas voltam a cumprir-se durante o dia de amanhã (04), como o caso da “Venda da Pasta”, a “Verbena” e o “Sarau de Gala”, no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV).

Quanto às tradicionais ‘Noites do Parque’ serão os ritmos brasileiros e portugueses a animar os estudantes, com os incontornáveis Xutos e Pontapés e Quim Barreiros, os estreantes Carolina Deslandes e Calema, bem como os sons quentes do Brasil de Seu Jorge e Daniela Mercury. Pelo palco da praça da Canção vão, ainda, passar a portuguesa Blaya; Linda Martini; Kappa Jota; Mundo Segundo e Sam The Kid; Dillaz; Club Banditz; Vini Vici; Richie Campbell; e Wet Bed Gang.

Os bilhetes para as ‘Noites do Parque’ estão já à venda, sendo que os pontuais custam entre cinco e 10 euros para estudantes e entre oito e 15 euros para não estudantes.

A Queima das Fitas deste ano apresenta algumas mudanças face aos anos anteriores, desde logo por ser a primeira festa dos estudantes de Coimbra sem garraiada, que foi retirada do programa oficial depois de mais de 70 por cento dos alunos terem decidido acabar com esta actividade. Contudo, o movimento “Coimbra dos Estudantes”, decidiu manter a “tradição com mais de 100 anos”, que irá decorrer este sábado (05), a partir das 12h30, no Coliseu Figueirense, na Figueira da Foz. A iniciativa vai contar com a colaboração dos grupos de forcados amadores “Académicos de Coimbra” e dos “Tremores de Terra”, dos Açores.

Além da garraiada, haverá um almoço-convívio entre actuais e antigos estudantes, animação com tunas universitárias de Coimbra, o desfile dos fitados na arena do Coliseu e, também, um momento de homenagem dos estudantes aos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz.