Coimbra  26 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

APPACDM de Coimbra recebe prémio “Criar para Inovar” 2020

12 de Novembro 2020 Jornal Campeão: APPACDM de Coimbra recebe prémio “Criar para Inovar” 2020

A Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Coimbra (APPACDM) participou, no dia 03 de Novembro, no Encontro Virtual do Prémio “Criar para Inovar” da HUMANITAS – Federação Portuguesa Para a Deficiência Mental. A instituição apresentou dois projectos de inovação social na área da deficiência intelectual, sob temáticas como a reciclagem e a cultura, tendo este último sido distinguido na edição de 2020.

Desenvolvido em parceria com vários espaços culturais de Coimbra, como o Exploratório, o Jardim Botânico, o Convento São Francisco e o Museu Nacional de Machado de Castro, o projecto “A Cultura Também É Para Nós” foi o vencedor do prémio. Este trabalho procura promover a inclusão das pessoas com deficiência intelectual nos espaços culturais, através da implementação de guias em linguagem simplificada e de uma prévia preparação da visita do grupo com “pontes visuais” – uma forma de bilhete que explica o que os utentes vão visitar, quando e onde.

Álvaro Laborinho Lúcio, escritor, ex-ministro da Justiça, jurista, Professor universitário e presidente do júri do “Criar para Inovar”, descreveu “A Cultura Também É Para Nós” como “um projecto que não olha a pessoa com deficiência para tentar promover uma qualquer utilidade, mas que a olha como pessoa, ponto final”. Acrescentou ainda que a iniciativa vencedora “contribui para a anulação do estigma e do estereótipo, e também para a definição de diferenças que fazem com que neguemos acesso a determinados bens ou a capacidade de a eles chegar”.

A somar a esta iniciativa, a APPACDM Coimbra apresentou ainda outro projecto, este desenvolvido na sua Unidade Funcional de Arganil, o ArgusRecycling. Sensibilizando a comunidade para reduzir, reciclar e reutilizar, o projecto recolhe, separa e prensa materiais recicláveis para posterior valorização. Tem como objectivos melhorar as condições ambientais da localidade, aumentar a sustentabilidade financeira da unidade da APPACDM em Arganil e melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual.

“Criar para Inovar” distingue projectos no âmbito da deficiência intelectual que se destacam pelo enriquecimento intelectual, pelo impacto nos meios de comunicação social e na sociedade e pela mudança de atitudes e comportamentos da sociedade em que se desenvolve. A HUMANITAS, da qual a APPACDM Coimbra é associada, representa mais de 5 000 pessoas com deficiência intelectual, apoiadas por mais de 30 instituições em todo o território português.