Coimbra  20 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

António Vilhena promete livro a dar que falar

28 de Dezembro 2018

Desconstrução de determinados “castelos com pés de barro”, eis o que promete, para o começo de 2019, o escritor conimbricense de origem alentejana António Vilhena.
Ex-vereador (PS) da Câmara Municipal de Coimbra e a exercer curadoria na Casa da Escrita, o poeta acena com revelações, assinalando que a água pode ser uma “boa metáfora” para quem, como ele, “gosta de coleccionar, papéis, e-mail´s, recados, mensagens escritas e outros tipos de matéria que ajudam a fazer a História e a desocultar certas vidas”.
Na senda do apetecido fruto proibido, a “desocultação de certas vidas” e a “desconstrução de determinados castelos de barro” são eminentemente enigmáticas para fazer crescer água na boca dos leitores e para desassossegar potenciais visados na escrita de Vilhena.
“Vai-se saber que há pessoas que atravessam o seu tempo e não sabem que existem”, acentua o poeta.
Ciente do carácter perpétuo do provérbio popular «presunção e água benta cada um toma a que quer», António Vilhena adverte no sentido de “nem tudo o que se vê ser para levar a sério”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com