Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ansião investe meio milhão de euros e reformula acção social escolar

22 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Ansião investe meio milhão de euros e reformula acção social escolar

O Município de Ansião anunciou um investimento de meio milhão de euros na acção social escolar, aposta acompanhada por “uma reorganização bastante profunda” dos critérios e funcionamento daquela área, afirmou o vereador da Educação Paulo Fernandes.

O esforço financeiro reforça com mais 125 000 euros o investimento do ano anterior, elevando para cerca de 500 000 euros a verba alocada à acção social escolar, um incremento de 25 por cento que abrange todos os níveis de educação e ensino, no total de 1 500 crianças e alunos.

“Este reforço e este conjunto de medidas surge pelo facto de o Município de Ansião considerar importante promover a igualdade de oportunidades e a justiça social”, explicou Paulo Fernandes à agência Lusa.

Segundo o vereador, além do investimento, está em curso “uma reorganização bastante profunda” dos critérios de apoio.

“Não havia um regulamento de acção social escolar do Município. Neste momento, ele está elaborado”, aguardando aprovação. O documento prevê “a contribuição em função da condição socioeconómica da família”.

“O objectivo é uniformizar e definir um conjunto de apoios a essas famílias”, frisa o vereador da Educação de Ansião, dando como exemplo as actividades de apoio à família no pré-escolar.

“Até aqui, qualquer família tinha um custo mensal, independentemente da sua condição socioeconómica. Este regulamento vem, agora, definir um conjunto de regras mais justas”, especificando quem recebe apoio a 100 por cento, a 50 por cento ou suporta a totalidade do custo.

A par destas medidas, no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, Ansião ganha este ano lectivo uma equipa multidisciplinar, composta por uma terapeuta da fala e uma psicóloga, “que vêm promover o sucesso escolar”.

O Município de Ansião deliberou ainda estender a gratuitidade dos transportes escolares “a todos os alunos do ensino secundário”, que suportavam 50 por cento do custo.

Além dos transportes, as medidas agora aprovadas abrangem auxílios a nível da alimentação, material escolar, visitas de estudo, actividades de enriquecimento curricular, actividades de animação e apoio às famílias, actividade lúdico-pedagógicas e apoio a famílias numerosas.