Coimbra  27 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Anadia: Termas da Curia podem acabar

14 de Março 2017

A Sociedade das Águas da Curia, proprietária das termas, no concelho de Anadia, disse, hoje. que esta estância termal pode estar em risco se os credores decidirem avançar com a liquidação da empresa.

O alerta foi avançado pela representante da Sociedade das Águas da Curia, numa assembleia de credores que decorreu no Tribunal de Anadia para votar a proposta de liquidação da empresa, apresentada pelo administrador judicial provisório.

Na ocasião, a advogada alertou que o alvará de exploração das águas minerais está atribuído à Sociedade das Águas da Curia e o mesmo não é transmissível, pelo que, no caso de liquidação da empresa, as termas “ficam sem poder funcionar”.

A proposta de liquidação acabou por não ser submetida a votação, porque a representante da devedora requereu um prazo de 60 dias para apresentar um plano de recuperação.

Os responsáveis pela empresa do sector hoteleiro, que é proprietária do Hotel e das Termas da Curia, disseram ter encontrado um “parceiro financeiro”, sem o identificar, que poderá viabilizar esta recuperação.

A Sociedade das Águas da Curia tem um passivo de cerca de 13 milhões de euros, mas a devedora diz que este valor deverá ser bem menor, entre seis e sete milhões de euros, num cenário de recuperação.

A proposta apresentada pela insolvente obteve os votos contra do BPI e de alguns fornecedores, mas a decisão final só deverá ser conhecida dentro de 10 dias, quando termina o prazo para os credores que pretendem apresentar o voto por escrito.

Nesta situação encontram-se, entre outros, a Fazenda Nacional e o Turismo de Portugal, que terá um peso determinante na decisão, tendo em conta que é o principal credor, com 3,5 milhões de euros a receber.

O Tribunal do Comércio de Aveiro decretou a insolvência da Sociedade das Águas da Curia em Abril de 2016, depois de ter sido encerrado, sem sucesso, o Processo Especial de Revitalização (PER) pedido em 2015.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com