Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Anadia investe 800 000 euros em prevenção e apoio à retoma económica

12 de Maio 2020 Jornal Campeão: Anadia investe 800 000 euros em prevenção e apoio à retoma económica

A Câmara de Anadia vai avançar com um montante de 800 000 euros, valor proveniente do orçamento municipal para 2020, para aplicar em medidas de prevenção, mitigação e apoio à retoma económica, no âmbito do combate à propagação da pandemia covid-19.

O executivo liderado por Teresa Cardoso aprovou, neste contexto, um novo pacote de medidas extraordinárias para apoiar o tecido social e económico do concelho, denominado “Anadia estamos Juntos”, que visa “devolver estabilidade” às famílias e empresas do concelho.

“É tempo de relançar a economia do concelho e de retomar o caminho do crescimento sustentado e da qualidade de vida”, refere a autarca, acrescentando que as medidas complementares “cumprem o dever especial de protecção autárquica” a munícipes, famílias, associações e empresas.

“Direccionar, de forma responsável e atempada, recursos financeiros do orçamento municipal, que contribuam para apoiar os anadienses no combate aos efeitos causados pela covid-18 é necessário e prioritário”, defende.

As medidas complementares foram incluídas no “Programa Municipal de Apoio Extraordinário ao Tecido Social e Económico”, aprovado em Março, que pode ser consultado na página da Internet da Câmara Municipal (www.cm-anadia.pt).

O programa vai vigorar até ao final de 2020, podendo sofrer ajustes em função da evolução da situação epidemiológica e de normas e orientações provenientes da Direcção-Geral da Saúde e do Estado, frisa a autarquia bairradina.

No novo pacote de medidas destaca-se o apoio ao comércio local, com a criação de “um programa, com quatro iniciativas, que “visa promover e recuperar o consumo, incutindo aos cidadãos o hábito de comprarem nos estabelecimentos locais”. Para além de uma campanha de promoção do comércio local e tradicional em diversos meios, a autarquia vai disponibilizar sacos com mensagens impressas. Foi, ainda, criado um selo distintivo para espaços comerciais, um dístico para colocar à entrada de cada estabelecimento comercial, que indica o cumprimento das regras de higiene e segurança.

No segundo semestre do ano, a autarquia tenciona disponibilizar um cartão electrónico que ajude a fidelizar clientes através da acumulação de pontos que podem ser trocados por serviços nas estruturas municipais.

O Município pretende, ainda, agregar todos os comerciantes do concelho numa plataforma digital.

“O alargamento do programa à participação de empresas do concelho em certames nacionais e internacionais, para o ano de 2021 (em virtude do cancelamento dos certames em 2020), é uma das medidas delineadas, complementada pelo trabalho a desenvolver com AICEP, IAPMEI, ACIB e AIDA, e o envolvimento e constante diálogo com a diáspora anadiense pelo mundo fora, fortalecendo as relações e, assim, estimulando as ligações comerciais”, garante a autarquia.

O programa contempla, igualmente, o apoio à empregabilidade, em articulação com a ACIB e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“Neste caso, pretende-se atrair novas empresas para o concelho e divulgar ofertas de emprego”, refere a autarquia.

Edifício da Junta de Freguesia de Sangalhos vai ser reabilitado

O investimento é de cerca de 115 000 euros para a empreitada de reabilitação do edifício da Junta de Freguesia de Sangalhos, em Anadia, que deverá ter a duração de quatro meses.

Segundo a autarquia local, a intervenção “irá incidir na cobertura, com o objectivo de anular as infiltrações para maximizar a qualidade do ar e a salubridade no interior do edifício. Nesse sentido será feita a sua substituição, bem como reabilitadas as juntas de dilatação do edifício e substituídas todas as caleiras”.

A empreitada prevê, também, a limpeza das paredes e tectos exteriores e o refechamento de toda a fissuração das paredes.

Com esta intervenção pretende-se, para além da reabilitação, “conferir ao edifício melhores condições de utilização, uma vez que, para além dos serviços adstritos à Junta, as instalações albergam ainda o Espaço Cidadão, um de entre os seis protocolados com a Agência de Modernização Administrativa e que presta um serviço de proximidade à população, os CTT, uma biblioteca, um auditório e um salão polivalente”, nota a Junta de Freguesia.