Coimbra  18 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Anadia: “Aqui na Bairrada – Beber e Saborear” com néctares da região

12 de Setembro 2019

Anadia acolhe no sábado e no domingo (dias 14 e 15) a primeira edição de “Aqui na Bairrada – Beber e Saborear”, uma mostra de espumantes, vinhos e gastronomia da região.

A Comissão Vitivinícola (CVB) e a Rota da Bairrada (RB) desafiaram os produtores da região demarcada a pôr à prova os seus néctares, desde grandes referências aos seus mais recentes rótulos.

A mostra, marcada para o Pavilhão de Desportos de Anadia, em Montouro, conta com o apoio do Município de Anadia, da entidade regional Turismo do Centro e do Instituto da Vinha e do Vinho. A inauguração do certame, marcada para as 15h00, será presidida pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.

“Entre espumantes, vinhos brancos, rosés e tintos – com certificação de Denominação de Origem DO Bairrada ou IG Beira Atlântico -, a todos será dado relevo à diversidade e à qualidade dos néctares, bem como à tipicidade do ‘terroir’ bairradino”, prometem os organizadores.

No âmbito do evento, a CVB promove o Concurso de Espumantes e Vinhos Bairrada 2019, que ocorrerá na manhã de sexta-feira, mas cujos prémios só serão anunciados no sábado, às 16h30, no decorrer do certame.

A mostra, que encerra no domingo, funciona como uma feira de vinhos e sabores, com 12 expositores focados na gastronomia da região, complementada por provas de vinhos comentadas.

No sábado, as provas serão de vinhos brancos e tintos tranquilos sob o mote “Bairrada: 40 anos de demarcação”; no domingo será a vez dos espumantes, imagem de marca da região, com o mote “Bairrada: mais de um século de tradição”.

As provas serão orientadas pelo crítico de vinhos Luís Ramos Lopes, no Museu do Vinho Bairrada, ambas pelas 18h00, custam 25 euros cada e são de inscrição obrigatória.

A entrada na mostra é livre, mas quem quiser provar os cerca de 300 néctares dos 32 produtores presentes terá de adquirir o copo oficial da Bairrada, que custa três euros.

O evento surge numa altura em que estão a decorrer as vindimas na região demarcada. Segundo as primeiras estimativas, a Bairrada produzirá “ligeiramente menos” vinho em 2019 do que no ano passado, mas a qualidade será melhor, sobretudo nos espumantes Baga, que beneficiam de condições climatéricas ideais em Setembro.

“Menos quantidade, mas melhor qualidade”, resume César Almeida, da Estação Vitivinícola da Bairrada, entidade que acompanha a produção de vinho na Bairrada.

O presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, Pedro Soares, destaca que “a uva teve condições climatéricas ideais de desenvolvimento”, estimando que a produção total atinja este ano entre os 26 e os 28 milhões de litros.

A CVB tem neste momento registados 2 400 produtores de vinhos, que exploram 6 500 hectares de vinhas, mas Pedro Soares garante que o número de pessoas ligadas à cultura do vinho e da vinha na região é “substancialmente” maior.

Pelo seu lado, a Rota da Bairrada tem por objectivo “promover activamente as riquezas turísticas, gastronómicas e vinícolas da Bairrada, com destaque para as belezas do Luso e da Curia, os vinhos e o tradicional leitão assado à moda da Bairrada”.

Com 52 associados, a rota dispõe de dois espaços de venda em Anadia e Oliveira do Bairro, e mantém em funcionamento cinco roteiros turísticos numa região que abrange os concelhos de Águeda, Aveiro, Cantanhede, Coimbra, Mealhada, Oliveira do Bairro e Vagos.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com