Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Amanhã decorrem protestos em 19 cidades por uma habitação digna

26 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Amanhã decorrem protestos em 19 cidades por uma habitação digna

Numa acção concertada 19 cidades em todo o território nacional vão unir forças para manifestar o seu descontentamento em relação à crise habitacional que assola Portugal. Sob a liderança do movimento “Porta a Porta” e em sintonia com a Plataforma Casa para Viver, a iniciativa visa destacar os aumentos nos custos habitacionais e exigir soluções imediatas.

O movimento “Porta a Porta” alia-se às actividades da Plataforma Casa para Viver, participando activamente em 19 eventos de protesto programados para amanhã, 27 de Janeiro. Na cidade de Coimbra, a concentração está programada para as 10h30 no Largo da Portagem.

Com o governo demissionário e eleições marcadas para 10 de Março, o movimento destaca a urgência da situação e a necessidade de medidas imediatas. O direito à habitação, de acordo com o comunicado, não pode ser adiado e as soluções propostas incluem a redução das prestações bancárias, a regulação das rendas, a protecção contra despejos sem alternativas dignas, a revisão das licenças para actividades turísticas, o fim de estímulos fiscais para o sector imobiliário de luxo e a promoção do acesso a imóveis devolutos, bem como o aumento do parque de habitação pública.

Neste contexto de custos elevados e precariedade habitacional, a população portuguesa manifesta-se em defesa do direito à habitação digna e a preços acessíveis. O protesto pretende ser um momento de união para exigir uma mudança nas políticas que levaram a esta crise e a implementação de soluções concretas para garantir a todos os cidadãos uma casa para viver.