Coimbra  1 de Março de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Altice Portugal perplexa com as críticas do presidente da Câmara de Coimbra

12 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Altice Portugal perplexa com as críticas do presidente da Câmara de Coimbra

A Altice Portugal mostrou-se, hoje, perplexa com as críticas feitas pelo presidente da Câmara Municipal de Coimbra em relação ao serviço da operadora nas freguesias de Coimbra.

A empresa rebate as acusações dizendo que foram proferidas com base em “total desconhecimento deste dossier, dado que hoje a Altice chega já hoje com serviços de fibra ótica a mais de 93 por cento da população e empresas deste concelho”.

“Tudo isto só foi possível porque ao longo dos últimos três anos, a Altice Portugal realizou investimentos de dezenas de milhões de euros neste concelho, num claro contributo para dotar este município de redes de excelência, capacitando a região para a transformação digital que se vive, potenciando a igualdade de oportunidades e o seu desenvolvimento económico e social”, refere, acrescentando que “em Agosto de 2020, num ano marcado pela pandemia covid-19, a Altice Portugal anunciou ainda o investimento de vários milhares de euros em redes de telecomunicações de última geração em Coimbra e quatro novas estações base de rede móvel 4G, com os quais a Freguesia de Ceira passará a ter uma cobertura superior a 90 por cento, no decorrer do presente ano”.

E continua, dizendo que se trata de um “investimento totalmente autónomo, voluntário e privado levado a cabo pela Altice Portugal, sem qualquer apoio e intervenção do Município, feito, não por pedidos de autarcas ou outros, mas por decisão única dos accionistas da empresa”, notando que esse é um facto “que muitas freguesias e autarcas da região de Coimbra têm reiteradamente vindo a reconhecer e a agradecer”.

“Por este motivo, a Altice Portugal demonstra a sua total surpresa com as estranhas declarações sobre uma tentativa de interferência de um autarca na estratégia de uma empresa de capitais totalmente privados ou, ainda, da falta de reconhecimento ou mesmo agradecimento deste autarca relativo ao enorme investimento que esta empresa tem realizado no concelho a que preside, investimento este responsável por uma criação de valor sem antecedentes, bem como a criação de oportunidades únicas a fixação de novos projectos e criação de postos de trabalho”, sublinha.

Realça, ainda, a operadora de telecomunicações que “no que diz respeito a novos investimentos ou expansão e fortalecimento de infraestruturas de nova geração que possam advir no futuro na região, esta é uma decisão que cabe única e exclusivamente à empresa, fruto dos seus legítimos planos de negócio, nos quais sempre incorpora as várias dinâmicas empresariais que observa existirem nas autarquias, mas nunca por motivação politica ou qualquer tipo de ultimato”.