Coimbra  12 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Águas do Centro Litoral quer incentivar ao consumo da água da torneira

22 de Março 2018

A acção de sensibilização da Águas do Centro Litoral já distribuiu garrafas de vidro na Câmara
Municipal de Leiria

A qualidade da água da torneira foi o destaque das comemorações do Dia Mundial da Água, que se assinalou hoje, numa tentativa de incentivar ao seu consumo.
A iniciativa é da Águas do Centro Litoral (AdCL) que, junto dos seus accionistas, promoveu esta acção de sensibilização, simbólica, através da distribuição de garrafas de vidro, relembrando às autarquias da sua área de intervenção que “beber água da torneira é essencial para a saúde, bastando um simples gesto em qualquer ambiente e em qualquer actividade”.
O objetivo da empresa é, assim, “sensibilizar os seus acionistas, clientes e utilizadores para o consumo de água da torneira: que é de qualidade, a baixo custo e facilmente acessível”, reforça.
A AdCL, como entidade responsável pela captação e tratamento de água, garante “o fornecimento de água de qualidade, garantida pela suas origens, pelos processos de tratamento e pelo controlo analítico ao longo de todo o sistema de abastecimento, desde a captação, tratamento até à distribuição às entidades gestoras em ‘baixa’.

A água da AdCL é tratada, de excelente qualidade, sujeita a análises diárias e cumpre os requisitos legais nacionais e europeus (Decreto-Lei n.o 152/2017), tendo obtido, em 2017, por parte da ERSAR, o selo de “Qualidade exemplar da água para consumo humano”.
Desde ontem (21) e até amanhã (23), a AdCL encontra-se, também, a promover acções de sensibilização ambiental junto das populações em Coimbra, Lousã, Ourém e Leiria.

Cinco viaturas vão servir os três polos da empresa

No âmbito do seu Plano de Eficiência de Energia Eléctrica 2020 do Grupo Águas de Portugal, a Águas do Centro Litoral (AdCL) adquiriu cinco viaturas ligeiras, 100 por cento eléctricas, que irão integrar a sua frota automóvel operacional.
A compra é apoiada pelo Fundo Ambiental ao abrigo da Estratégia Nacional para a Mobilidade Eléctrica, que inclui ainda a instalação de postos de carregamento próprios de Norte a Sul do país.
As cinco viaturas vão ficar afectas às áreas de apoio e operacional (Laboratório e Direcção de Operação de Águas Residuais) dos três polos da empresa. Além dos veículos, a estão a ser instalados cinco postos de carregamento em Aveiro (ETAR de Cacia e Ílhavo), Coimbra (ETA da Boavista e ETAR do Choupal) e Leiria (ETAR de Olhalvas).
Ainda no âmbito das aquisições, também a Águas de Portugal adquiriu outras 127 viaturas ligeiras (76 de passageiros e 51 de mercadorias) para substituir viaturas operacionais “com mais de oito anos de idade média e com maior quilometragem, que produzem mais emissões de gases com efeito de estufa e têm maiores consumos de combustível, cujos percursos operacionais diários são exequíveis considerando os constrangimentos de autonomia dos veículos eléctricos”, explica a empresa.

O Grupo Águas de Portugal prevê, assim, “reduzir, a quatro anos, as respectivas emissões de GEE (em especial CO2) em 533,234 toneladas e do consumo de combustíveis em cerca de 660 000 litros”, adianta.
Esta é uma estratégia das Águas de Portugal na área da mobilidade eléctrica, que inclui também algumas medidas complementares com o “projecto piloto de aplicação do modelo de certificação energética de frotas a veículos da frota de serviço do Grupo, a formação de colaboradores em ecocondução e a georreferenciação da frota operacional”.

11 - Veículos eléctricos

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com