Coimbra  26 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Águas do Centro Litoral alarga rede de saneamento em Mira

22 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Águas do Centro Litoral alarga rede de saneamento em Mira

A Águas do Centro Litoral (AdCL) lançou, esta semana, mais um concurso público internacional, desta vez para a execução da empreitada ligações “alta”/ “baixa” em Mira – Zona Norte, num valor total de 1,5 milhões de euros.

Esta obra consiste na construção de duas estações elevatórias [EEM1 (Seixo) e EEM2 (Cabeças Verdes)] e ainda 2 050 metros de emissário gravítico e 5 530 metros de conduta elevatória, sendo mais uma “medida que procura contribuir para solucionar o problema de saneamento no concelho, e vem, assim, promover o alargamento do Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento do Centro Litoral de Portugal, servindo a totalidade do Município de Mira, na vertente de águas residuais em ‘alta’”, revela a empresa.

O objecto destas obras diz respeito à expansão do sistema de drenagem de águas residuais em Mira Norte, com a ligação a novos pontos de entrega do município de Mira ao Interceptor Sul da AdCL, conciliado com a Águas do Baixo Mondego e Gândara (ABMG), sendo esta empresa responsável pelos investimentos na rede em “baixa”.

Segundo a AdCL, “este investimento irá fazer a recolha e transporte dos efluentes produzidos nas freguesias de Carapelhos e Seixo e parte da de Mira, no lugar de Cabeço, abrangendo uma população total no ano horizonte de projecto de 3 000 habitantes”. O volume a recolher e a transportar será de 432 metros cúbicos /dia, em período de tempo seco, e de 864 metros cúbicos / dia, em período de tempo húmido.

A empresa recorda que está, em conjunto com todas as entidades envolvidas, “a trabalhar e a desenvolver esforços conjuntos no sentido de minimizar eventuais impactos negativos para o ambiente e para as populações, designadamente reduzir ao máximo a descarga de excedentes e controlar as descargas no meio hídrico nos períodos de sobrecarga do sistema”.