Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Águas do Centro Litoral alarga rede de saneamento em freguesias da Lousã

7 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Águas do Centro Litoral alarga rede de saneamento em freguesias da Lousã

Está em curso a empreitada de execução do sistema elevatório e emissários de Serpins/Rodas e Casal de Ermio, promovida pela empresa Águas do Centro Litoral (AdCL). Este investimento ronda os 1,5 milhões de euros e inclui a construção de uma nova rede de saneamento nas freguesias de Serpins e de Foz de Arouce e Casal de Ermio.

A empreitada tem um prazo de execução de um ano, dividindo-se em dois lotes/frentes.

No caso do Lote A (referente a Serpins), pretende-se drenar o efluente das localidades de Serpins, Tojal, Relvas, Outeiro, Cova do Barro e Moinhos, servindo mais de 600 habitantes.

Neste lote o investimento será de cerca de 575 000 euros e inclui a construção de um emissário e sistema elevatório, com cerca de 2,5 km de extensão até à ETAR de Serpins-Rodas. Esta ETAR, construída e inaugurada pela AdCL em 2008, já se encontra, actualmente, a receber e a tratar o efluente de uma parte da freguesia de Serpins.

Já o lote B, em Casal de Ermio, cujo investimento ronda os 800 000 euros, vai recolher os efluentes das populações de Casal de Ermio, Vale Sancho, Ceira dos Vales, Vale Escuro, Ponte e Videira para a ETAR de Semide-Poisão. A obra inclui a construção de aproximadamente 4,9 km de rede nova, tais como emissários, duas estações elevatórias intermédias e condutas elevatórias.

De referir que esta empreitada está a ser desenvolvida pela empresa Marsilop, Sociedade de Empreitadas, S. A. Já a fiscalização dos trabalhos, cujo investimento é de 145 000 euros, está a cargo da empresa RIOBOCO, Serviços Gerais, Engenharia e Manutenção S. A.

Este investimento vem dar resposta às necessidades de resolução dos problemas de drenagem e tratamento das águas residuais existentes no Município da Lousã, nomeadamente nas localidades de Casal de Ermio e Serpins/Rodas, indo ao encontro do 6.º ODS (Objectivo de Desenvolvimento Sustentável) que visa “garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos.