Coimbra  29 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Águas do Baixo Mondego e Gândara vai ampliar e melhorar ETAR de Montemor-o-Velho

22 de Julho 2021 Jornal Campeão: Águas do Baixo Mondego e Gândara vai ampliar e melhorar ETAR de Montemor-o-Velho

A Águas do Baixo Mondego e Gândara (ABMG) iniciou trabalhos de ampliação e beneficiação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Montemor-o-Velho, cujo investimento será de 1,4 milhões de euros.

De acordo com a empresa, a empreitada visa “melhorar a qualidade das massas de água, a protecção do ambiente e a edificação de um sistema que responda de forma eficaz aos efluentes a tratar”.

Assim, a operação vai permitir garantir um tratamento adequado dos efluentes no concelho, através de uma unidade de tratamento de águas residuais de nova geração, particularmente adequada a zonas sensíveis, como também o rigoroso cumprimento das normas ambientais.

De referir que, segundo a ABMG, a população adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa corresponde a 3 471 habitantes equivalentes.

Para a empresa, o tipo de tratamento a instalar “é inovador”, sendo efectuado com recurso a uma tecnologia de membranas que se constituem como barreiras físicas à poluição orgânica. Em resultado é produzida água tratada, com qualidade normalmente superior à qualidade da água existente nos próprios meios receptores, sendo os efeitos ambientais provocados por este tipo de tratamento de águas residuais praticamente insignificantes.

A ampliação e beneficiação da ETAR, com conclusão prevista para Setembro de 2022, conta com o apoio de fundos comunitários, no âmbito do Portugal 2020.

A ABMG assegura o abastecimento de água e o saneamento de águas residuais a cerca de 53 mil habitantes nos Municípios de Mira, Montemor-o-Velho e Soure.