Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Advogados de Coimbra debatem sobre os 10 anos do Código de Processo Civil

12 de Novembro 2023 Jornal Campeão: Advogados de Coimbra debatem sobre os 10 anos do Código de Processo Civil

O Conselho Regional de Coimbra da Ordem dos Advogados (CRCOA) e a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC) vão realizar, nos dias 14 e 15 de Novembro, a Conferência Comemorativa dos 10 anos do Código de Processo Civil que terá lugar no auditório CRCOA, pelas 14h30.

O primeiro dia vai contar com as intervenções do Juiz Conselheiro Francisco Manuel Lucas Ferreira de Almeida e do Advogado Ricardo Brazete, sob moderação da professora associada da FDUC Maria José Capelo; da Juíza Desembargadora Rute Sobral e da Advogada Paula Fernando, sob a moderação da professora auxiliar da FDUC Lucinda Dias da Silva; da Juíza de Direito Mónica Bastos Dias e da Advogada Sandra Gil Saraiva, sob a moderação do Professor Auxiliar da FDUC Rafael Vale e Reis. O segundo dia contará com a participação do Juiz de Direito Geraldo Rocha Ribeiro e do Advogado João Amado, sob a moderação da Advogada e Presidente do CRCOA Teresa Letras; do Juiz Desembargador e Presidente da Comarca de Coimbra Carlos Oliveira e da Advogada Marta Ávila, sob a moderação do Professor Associado com Agregação da FDUC João Paulo Remédio Marques; do Juiz Conselheiro Urbano Dias e do Advogado António Sá Gonçalves, sob a moderação do Juiz Conselheiro Isaías Pádua, terminando com uma mesa de encerramento em que será orador o Professor Catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Miguel Teixeira de Sousa e moderadoras Teresa Letras e Maria José Capelo.

As intervenções tratarão de temas e questões controversas suscitadas pela aplicação do novo Código – Ónus de alegação, Inquisitório na produção de prova, a eliminação da força executiva no documento particular, (In)eficiência da audiência prévia, Audiências virtuais e a imediação, Recursos dos despachos interlocutórios, Que futuro para o CPC? – e procurarão, à luz das distintas perspetivas e experiências dos profissionais da área forense, fazer um balanço sobre a aplicação de um diploma estruturante da Ordem Jurídica nacional.