Coimbra  23 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Advocal de Coimbra elegeu novos órgãos

31 de Março 2021 Jornal Campeão: Advocal de Coimbra elegeu novos órgãos

A Assembleia-Geral da Advocal da Associação Artística do Distrito Judicial de Coimbra, realizada na terça-feira, dia 30, elegeu Amaro Jorge como novo presidente da Direcção.

A reunião, que se realizou através da aplicação informática Zoom, tinha como principal objectivo a passagem do presidente da Direcção Amaro Jorge para presidente da Mesa da Assembleia Geral e a passagem do presidente da Mesa da Assembleia Geral José Castanheira para presidente da Direcção. Por esta forma evitava-se a eternização do exercício da presidência pela mesma pessoa e uma renovação desejável nas práticas directivas e demais orientação associativa.

A Lista assim apresentada a sufrágio para os anos de 2021, 2022 e 2023 foi eleita por maioria, com uma única abstenção.

Assim a sua constituição é: Direcção: Presidente – José Castanheira; Vice-Presidente – Maria Aurora Vieira de Oliveira; Secretário – Maria de Lurdes Simões de Carvalho; Tesoureiro – Cláudia Martins; Vogal – Aníbal Moreira; 1.º Suplente – Fernanda Gapo; 2.º Suplente – Carlos Lopes. Aseembleia Geral: Presidente – Amaro Pereira Jorge; 1.º Secretário – Artur Cordeiro; 2.º Secretário – João Carlos Paz Valente. Conselho Artístico: Presidente – Augusto Mesquita; 1.º Vogal – Carlos Silva; 2.º Vogal – Elisabete Branco. Conselho Fiscal: Presidente – José Gapo; 1.º Vogal – Maria José Fernandes; 2.º Vogal – Fernanda Almeida.

Para além da proposta de Lista para os Órgãos Sociais, durante os próximos três anos apresentada pela Direcção, a Assembleia debateu sobre o relatório e contas do ano de 2020 e do Plano de Actividades e Orçamento para o ano de 2021, o que tudo foi aprovado por unanimidade.

A Advocal foi constituída no ano de 2003, começando por um Coro Misto de Advogados – o Advocal – sob a orientação do Maestro Augusto Mesquita. Tem como objecto a interpretação e divulgação de actividades culturais e musicais, sendo composta por Advogados e Advogados Estagiários inscritos pelo Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados, estando aberto a outros profissionais do foro judicial – alunos de Direito e Magistrados Judiciais.

No ano de 2005 a Advocal passou a ter também um Grupo de Fados de Coimbra – o Fadvocal.

No ano de 2009 o Fadvocal editou o seu 1.º CD de originais “VelhasMargens NovasPontes”, no ano de 2013 o seu 2.º CD “Direito ao Fado” – constituído também por temas originais do grupo e com a participação de dois cantores convidados: Arlindo de Carvalho e Vitorino, e no ano de 2019 editou o seu 3.º CD de originais “No fio da navalha”.