Coimbra  19 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ACM de Coimbra celebra 101 anos ao serviço do desporto e da cultura

20 de Junho 2019

A Associação Cristã da Mocidade (ACM) de Coimbra apaga, hoje, 101 velas do seu bolo de aniversário, numa apologia ao passado mas com os olhos postos no futuro, mantendo a intenção de se renovar e promover o desporto e a cultura na cidade.

Após um ano de grandes manifestações e uma festa ímpar que celebrou os seus 100 anos de história, a ACM comemora este ano 101 primaveras de uma forma mais pacata, mas nem por isso com menos simbolismo.

O programa do aniversário teve início ontem (19), pelas 19h00, com uma Feria Sevilhana e demonstração de dança pelo grupo de Danças Sevilhanas da ACM, dirigido por Sónia Palma, havendo ainda espaço para degustação de petiscos típicos sevilhanos.

O ponto seguinte na programação acontece no próximo sábado (22), a partir das 12h45, na sede da ACM. Antes de almoço, abre-se o “apetite” das modalidades da ACM com uma demonstração de Bollywood, pelo grupo de dança dirigido por Beatriz Pimentão. Após a refeição, haverá corte do bolo de aniversário e uma homenagem a antigos praticantes e ilustres acemistas.

“Uma vez que não foi possível distinguir todos quantos marcaram a instituição durante as celebrações do centenário, este ano entendemos que deveríamos homenagear as figuras da década de 60 e 70, essencialmente; acemistas que nesses tempos deram o seu contributo para que a ACM fosse o que é hoje”, explicou o presidente da Direcção, Fausto Carvalho, sublinhando que “são 30 figuras e todas merecedoras desta homenagem”. Serão, por isso, homenageados sócios, ex-praticantes e ex-dirigentes que merecem “ser lembrados e reconhecidos”, realçou o responsável.

O programa segue, depois, com demonstração da modalidade de patinagem artística (16h15), coordenada por Ana Varela; seguindo-se os ritmos brasileiros de samba e forró (17h15), com Rodrigo Castro; e a música com “O Concerto! Preocupações genéricas e específicas”, dirigido pelo maestro Virgílio Caseiro e com o coro dos Heróis da Música ACM (18h00). Esta será a última sessão teórico-prática gratuita do ciclo de palestras do maestro.

Ainda no sábado, o ponto alto das comemorações será à noite (21h30), no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), com um espectáculo de ballet, com as várias classes da modalidade, dirigidas por Catarina Lemos e Catarina Gomes.

Mas as celebrações não terminam neste dia, a 27 e 28 de Junho, a música volta a invadir o salão nobre da ACM, pelas 18h00, com uma sessão de expressão musical de final de ano, pelos alunos da ACM e dirigida pelo maestro Virgílio Caseiro.

A terminar o 101.º aniversário, a 29 de Junho, também no salão nobre da instituição, realiza-se um concerto com os Heróis da Música ACM e com Virgílio Caseiro, a ter início pelas 18h00.

Novas modalidades e a expectativa por uma casa renovada

A demonstração à comunidade das mais de duas dezenas de modalidades e actividades culturais continua a ser um dos pontos chave da celebração do aniversário da ACM, até porque “tem havido manifestações de gente nova em várias modalidades, pessoas com capacidades para dar consistência ao futuro da instituição”, adianta Fausto Carvalho.

Para além das novas actividades, que estão a ter uma boa aceitação, como a Escola de Bollywood e a de ritmos brasileiros (samba e forró), outras encontram-se em remodelação como o caso do Ténis de Mesa. Em força permanece o judo, com novos e mais praticantes, e a ginástica rítmica, ambas com reconhecimento regional e nacional.

Por avançar está, entretanto, a segunda fase da remodelação da sede da ACM, após conclusão da primeira etapa na entrada e no hall do edifício. A Direcção quer continuar a intervenção em outros locais, com um projecto já entregue e esperando apenas ajuda no seu financiamento.

“As boas novas não vieram por enquanto, mas acredito que esta ano ainda seja possível dar continuidade aos trabalhos”, realça o presidente da ACM, acrescentando que nem tudo depende da Associação. “Não somos uma instituição de lucro e as disponibilidades financeiras são reduzidas, pelo que não podemos ir além das possibilidades”, concluiu.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com