Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Abstenção bate recorde em noite de vitória para o PS

27 de Maio 2019

Resultados finais à 01h50 (faltando apenas apurar nove consulados)

 

Apurados os resultados finais da noite de eleições europeias, o grande vencedor foi a abstenção, que bateu recordes, e também o Partido Socialista (PS) com 34 por cento dos votos dos portugueses e, até ao momento, seis lugares em Bruxelas. Mas a maior surpresa veio do PAN – Pessoas, Animais, Natureza que, pela primeira vez, elegeu um deputado.

Os 21 lugares afectos a Portugal estão já preenchidos, com o PS a liderar os eurodeputados, ao ocupar, provisoriamente, seis vagas: Pedro Marques, Maria Manuel Leitão Marques, Pedro Silva Pereira, Margarida Marques, André Bradford e Sara Cerdas.

Segue-se o PSD, que conquistou 22 por cento dos votos, e elegeu, por agora, quatro deputados: Paulo Rangel, Lídia Pereira, José Manuel Fernandes e Graça Carvalho.

Com dois deputados, o Bloco de Esquerda teve 10 por cento, levando até Bruxelas Marisa Matias e José Gusmão. Segue-se, em quarto lugar a CDU (PCP-PEV), com sete por cento e um deputado: João Ferreira.

O CDP-PP ficou em quinto lugar, com pouco mais de seis por cento e a eleição de apenas um deputado, Nuno Melo.

Em último lugar, mas alcançando um resultado histórico para o partido, ficou o PAN, que conquistou pouco mais de cinco por cento e com isso o seu primeiro eurodeputado europeu, Francisco Guerreiro.

Pelas 01h50 faltavam, ainda, atribuir seis dos 21 mandatos, uma vez que o apuramento estava nos 99,72 por cento (faltando apenas nove consulados).

A abstenção teve resultados nunca antes vistos com 68,6 por cento.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com