Coimbra  29 de Novembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Abertos concursos públicos para obras em Pampilhosa da Serra

26 de Maio 2021 Jornal Campeão: Abertos concursos públicos para obras em Pampilhosa da Serra

A abertura dos concursos públicos para a execução das empreitadas “Reconstrução de Pontão sobre Ribeira da Póvoa” e “Construção de Viaduto no CM 1358”, em Pampilhosa da Serra, foi publicada em Diário da República.

De acordo com os dados anunciados, o preço base da primeira empreitada referida é superior a 240 mil euros, sendo o valor da outra obra superior a 129 mil. Ambas têm um prazo de execução de quatro meses e as candidaturas podem ser apresentadas até 8 de Junho.

A Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra refere que as estruturas em causa foram “fortemente afectadas pela tempestade Elsa e a depressão Fabien, em Dezembro de 2019”.

No que diz respeito à “Reconstrução de Pontão sobre Ribeira da Póvoa”, a obra de arte existente, que será substituída, apresenta diversas anomalias que justificam a intervenção, sendo que ocorreu mesmo um colapso parcial da estrutura. A nova obra manterá sensivelmente as mesmas características de traçado da obra existente, havendo a preocupação de compatibilizar o melhor possível a via existente com a zona da via que será substituída.

Por outro lado, a “Construção de Viaduto no CM 1358”, localizado na estrada entre a aldeia da Mata e a aldeia de Cavaleiros, irá permitir repor as condições de circulação pedonal e rodoviária, após o colapso parcial da plataforma devido ao escorregamento do talude. Prevê-se que a obra a executar permitirá manter sensivelmente as mesmas características do traçado existente, havendo a preocupação de realizar a melhor inserção possível da nova estrutura, por forma a compatibilizar a via existente com a zona da via que será intervencionada.

De referir que a reconstrução de pontão sobre Ribeira da Póvoa e construção do referido viaduto implicaram um reforço orçamental de cerca de 500 mil euros, aprovado em reunião de Câmara realizada a 10 de Maio, sendo que o Executivo prevê que os projectos sejam comparticipados na íntegra pelo Governo, que já abriu as respectivas candidaturas.