Coimbra  24 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

AAC realiza manifestação no dia 28 de Abril para exigir ensino para todos  

21 de Abril 2021 Jornal Campeão: AAC realiza manifestação no dia 28 de Abril para exigir ensino para todos   

A Associação Associação de Coimbra (AAC) realizou a segunda Assembleia Magna do actual mandato, durante a tarde de ontem (20), no Campo de Santa Cruz, onde foram discutidas e aprovadas quatro moções políticas apresentadas pela Direcção-Geral.

Para os dias 25 de Abril e 01 de Maio, a Direcção-Geral propôs a participação dos estudantes nas concentrações populares que terão lugar na cidade de Coimbra, celebrando-se, assim, o legado de Abril e o Dia do Trabalhador.

A necessidade de rever o papel do estudante no seio dos órgãos de Governo das Academias impõem uma revisão do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior, ao passo que as dificuldades sentidas no acesso ao mercado de trabalho pedem a exigência de medidas de incentivo ao emprego jovem. Serão estas as bandeiras reivindicativas dos dois momentos de concentração, respectivamente.

Para o dia 28 de Abril, os estudantes aprovaram a proposta de mobilização para uma nova Operação Balão, exigindo novamente, 52 anos depois, um ensino superior para todos. A manifestação política será realizada do Largo da Porta Férrea até aos jardins da AAC pelas 18h00.

“Cientes do panorama actual do Ensino Superior e das dificuldades que os estudantes e os seus agregados familiares têm vindo a sentir ao longo deste período, passados 52 anos, a Direcção-Geral volta a pedir um Ensino Superior para todos. A erradicação da propina, o aumento da acção social directa, a criação de um regime geral de taxas e emolumentos e a necessária revisão do regime de prescrições dão mote à reivindicação do próximo dia 28.”, afirmou o Presidente da Associação Académica de Coimbra, João Assunção.

Por fim, a DG/AAC apresentou ainda uma proposta de alteração ao Plano Municipal para as Alterações Climáticas em que sugere medidas voltadas para os mais jovens. O diploma está em consulta pública promovida pelo executivo camarário e receberá o contributo dos estudantes.