Coimbra  25 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

AAC admite que Queima das Fitas possa ser cancelada devido à pandemia de covid-19

24 de Abril 2020

O presidente da Associação Académica de Coimbra (AAC), Daniel Azenha, admitiu, hoje, que embora tenha sido adiada para Outubro, as “festas académicas podem ser canceladas se não houver condições”.

O responsável afirmou que, perante a pandemia de covid-19, alguns eventos tiveram de ser “alterados, repensados e reinventados”, como foi o caso da Queima das Fitas. “A nossa maior preocupação será sempre o bem-estar dos nossos colegas”, sublinhou Daniel Azenha.

Também no caso da recepção aos novos estudantes, “tudo será feito para que decorra nos mesmos moldes, mas se não for possível terá de ser reinventada, sendo fundamental o contacto

A afirmação surgiu durante uma sessão com os ministros da Ciência e do Ensino Superior e da Coesão Territoral, Manuel Heitor e Ana Abrunhosa, respectivamente; o secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo; e o reitor da UC, Amílcar Falcão, na qual o presidente da AAC marcou presença através de video-chamada.

Para além de dar conta desta realidade, Daniel Azenha explanou aos governantes as preocupações dos estudantes, que estão a ter aulas online.

“A Associação Académica de Coimbra pede um grande cuidado da parte do Governo para com o ensino superior”, afirmou o presidente da AAC, adiantando que estão “muito preocupados com o futuro do ensino e a realidade financeira das famílias”.

Uma das maiores preocupações prende-se com “a manutenção dos estudantes e também o seu ingresso no ensino superior, bem como o reforço das bolsas que terá de ser uma realidade e a questão das propinas”, frisou o responsável.

“O Governo pode contar com a AAC para o que for necessário, para que nenhum estudante fique sem ingressar no ensino superior”, realçou Daniel Azenha.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com