Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

A reinvenção dos clássicos no mundo gaming

11 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: A reinvenção dos clássicos no mundo gaming

Antes da chegada dos jogos eletrónicos, das consolas e dos computadores, as fontes de diversão eram analógicas. Jogos de mesa e cartas destacam-se como os passatempos favoritos de crianças e adultos que procuram uma escapadela lúdica e desafiante para os momentos de lazer.

Atualmente, o cenário é completamente diferente. Os videojogos tomaram conta do palco e o entretenimento é, quase que completamente, digital e online. Nas consolas, nos PCs ou nos telemóveis, milhões de utilizadores estão conectados e a jogar os seus títulos favoritos pelo mundo.

No entanto, os clássicos não ficaram parados e não deixaram a concorrência vencer a partida. Diversos jogos que nasceram e ganharam fama no mundo físico invadem agora o terreno digital à procura de espaço num dos mercados mais lucrativos e competitivos da internet, o gaming.

Adaptação para triunfar

Os jogos físicos são uma parte integrante da nossa cultura há séculos. Seja em noites de jogos em família ou partidas de xadrez num jardim, estes jogos conseguem proporcionar momentos inesquecíveis de diversão e interação social. São estas características que são importadas para a internet, numa corrida pela repetição da experiência no digital.

A capacidade de adaptação é fundamental para a sobrevivência, seja em que situação for. Com essa necessidade como principal objetivo, diversos jogos tradicionais de mesa e cartas chegaram ao ambiente digital.

O sucesso de grande parte destes jogos está relacionado com plataformas especializadas, como os casinos online, que trouxeram as suas principais modalidades para o online. Clássicos como o blackjack foram revitalizados e ganharam novos designs, além de adicionarem novos modos de jogo.

No caso do blackjack foram criadas variantes do modo tradicional, a mais famosa é a multihand, ou múltiplas mãos, onde o jogador controla mais do que apenas um conjunto de cartas, podendo chegar até cinco. O desafio é maior, ao ser preciso calcular mais jogadas, no entanto, a quantidade de informação também é ampliada e, com isso, o jogador pode decidir com mais segurança.

Ainda no território dos jogos de cartas, o UNO é outro título que conseguiu fincar a sua bandeira no terreno online, conquistou novos adeptos e trouxe de volta antigos admiradores.

A transição do físico ao digital foi um sucesso, ao apostar por uma aplicação para telemóvel simples e rápida, o jogo permite criar salas para enfrentar amigos e familiares, além de abrir a porta para um desafio global. É possível enfrentar jogadores de todo o mundo e testar as habilidades contra especialistas internacionais.

Já o xadrez, contou sempre com uma comunidade global, no entanto, a integração deste clássico dos jogos de tabuleiro com a internet permitiu que esse grupo de entusiastas se reunisse online. Ao criar um ambiente perfeito para a troca de experiências e, o mais importante, conhecimento, uma vez que a modalidade é guiada pelo estudo das estratégias, o jogo voltou a conquistar a popularidade de outrora.

Na internet, o xadrez conta com diversos sites especializados que oferecem uma ampla variedade de partidas, desde clássicos um contra um; passando por desafios contra a inteligência artificial; e chegando aos campeonatos completos, onde amadores e profissionais disputam o primeiro lugar.

Outro jogo de mesa que conseguiu um lugar ao sol na internet foi o Monopoly. Este clássico apostou pela tradição e pela inovação simultaneamente. Primeiro, chegou aos dispositivos eletrónicos o modo de jogo clássico, em seguida, foi desenvolvido o Monopoly Tycoon, que desafia os jogadores a comandar a gestão de uma cidade, algo similar ao SimCity.

Ambas as vertentes do Monopoly foram bem aceites pelos utilizadores. Outra característica muito forte do jogo é o seu foco nos telemóveis, que atualmente dominam o cenário gaming, sendo a plataforma mais utilizada no mundo para jogar, dando relevância ao Mobile Game.

Em suma, há espaço para os jogos físicos no mundo digital, o grande segredo é respeitar a essência do jogo e aproveitar todas as ferramentas possíveis para reproduzir a experiência do mundo real. Os exemplos de sucesso, como blackjack, UNO ou xadrez, mostram que é possível adaptar, modificar e crescer no terreno digital com autoridade e, ainda assim, oferecer grandes momentos aos utilizadores.