Coimbra  8 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

A incrível história de Gonzalo Pelayo, o espanhol que fez milhões a jogar à roleta

22 de Abril 2021 Jornal Campeão: A incrível história de Gonzalo Pelayo, o espanhol que fez milhões a jogar à roleta

Coimbra é uma cidade de jogadores. É por cá que se encontra a mais bem-sucedida comunidade de poker do país, que já deu azo ao “nascimento” de campeões como André Coimbra ou João Vieira, que recentemente ganhou 25 mil dólares num torneio de poker online. Vencedores como João Vieira são a prova viva de que, com muita dedicação e inteligência, é possível fazer uma carreira nos jogos de sorte e azar e contrariar as probabilidades da casa. A fascinante história que hoje lhe trazemos até pode nem ser sobre poker, mas aborda a vide e obra de um dos maiores campeões de roleta da história dos casinos. O seu nome? Gonzalo García Pelayo.

Um homem de família com uma grande paixão pela música

Gonzalo García Pelayo nasceu na cidade de Madrid, no dia 25 de Maio de 1947. Aos cinco anos de idade perdeu o pai e acabou por se refugiar nos clubes de rock da cidade durante a adolescência. Apaixonado pela música de artistas como Pink Floyd ou Jimi Hendrix, Pelayo decidiu tornar-se locutor de rádio e produtor musical. Mais tarde, encontrou sucesso na qualidade de apresentador de televisão, tendo chegado a trabalhar em touradas e a ocupar-se como diretor de cinema.
Enquanto produtor musical, Pelayo colaborou em mais de 100 edições e chegou mesmo a editar álbuns através da sua própria editora, um selo espanhol conhecido como Gong e fundado em 1975. Trabalhou com alguns dos maiores músicos de Espanha, incluindo Víctor Jara, Carlos Puebla, ou Amancio Prada, tendo contribuído de forma indelével para o desenvolvimento e difusão do rock da Andaluzia. Pelo meio casou-se e tornou-se num dedicado homem de família, com um total de cinco filhos.
A vida de Pelayo soa a uma fascinante sucessão de conquistas. No entanto, o nome do produtor musical espanhol tornou-se célebre por motivos que não têm nada a ver com música ou cinema. O seu verdadeiro legado? Os milhões de pesetas que venceu em casinos de todo o mundo, graças ao desenvolvimento de um método extremamente eficaz para ganhar na roleta.

É mesmo possível ganhar na roleta?

Um dos mais antigos e estudados jogos de sorte de sempre, a roleta é uma espécie de quimera do mundo do jogo. Homens brilhantes tentam contrariar a natureza incorruptível da roleta há séculos, mas pouco conseguiram fazê-lo com o mesmo nível de sucesso de Pelayo. O espanhol descobriu uma nova forma de abordar o jogo que o levou a vencer milhões de pesetas em casinos de Espanha e outros tantos milhões em casas de jogo um pouco por todo o mundo. O registo vencedor de Pelayo na roleta foi testemunhado em casinos da Dinamarca, da Austrália, da Áustria, da Holanda, e, claro está, da vibrante cidade de Las Vegas. Mas afinal, qual é o grande segredo de Pelayo para vencer na roleta?
Basta passar os olhos por este guia de roleta casino probabilidades para perceber que a roleta é um jogo complexo e desafiante. Antes de Pelayo, os grandes jogadores de roleta baseavam as suas apostas em métodos essencialmente matemáticos; pequenos algoritmos de apostas, como o célebre método Martingale. Mas nenhum dos velhos génios da roleta foi capaz de encontrar o mesmo nível de sucesso que hoje associamos a Pelayo. O seu segredo? A compreensão de que cada roleta é única e tem uma personalidade própria.

Chegar, ver e vencer

O método vencedor de Pelayo baseava-se numa brilhante epifania: a de que cada roleta é uma máquina com personalidade própria, condicionada pelo desgaste e passagem do tempo. Pelayo começava por procurar uma roleta que pudesse estar marginalmente danificada; quanto mais antiga, melhor. Depois passava horas a observar essa roleta, anotando os resultados de milhares de jogadas. Um processo moroso e desgastante, mas que é parte essencial do método de Pelayo. Após reunir um conjunto suficiente de dados, o espanhol era capaz de deduzir quais os números e cores que mais vezes saíam numa determinada roleta.
A sua conclusão foi impressionante: nem todos os números e cores são iguais para todas as roletas, e é possível definir probabilidades matemáticas relativas a cada roleta individual! Antes de Pelayo, os jogadores de casino acreditavam que as probabilidades de ganhar na roleta eram iguais para todas as máquinas. É aqui que reside a chave do sucesso do espanhol.
Com a aplicação deste método, Pelayo obteve tanto sucesso na roleta que acabou por ser banido de praticamente todos os casinos de Espanha. Anos mais tarde, em 2004, acabou por ver o Supremo Tribunal de Espanha dar-lhe razão: a sua exclusão dos casinos tinha sido ilegal, já que Pelayo não tinha feito nada de errado enquanto jogava. O espanhol era simplesmente tão bom na roleta que acabou por custar muitos milhões a vários casinos espanhóis…
Os feitos de Pelayo na roleta ajudaram-no a tornar-se numa lenda mundial do jogo, e o espanhol já foi várias vezes celebrado na cultura pop: em 2012, o realizador espanhol Eduard Cortés chegou mesmo a editar um filme sobre a sua vida.