Coimbra  6 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

“A Arte de Morrer Longe e “Diários de Otsoga” no Caminhos do Cinema Português

13 de Novembro 2021 Jornal Campeão: “A Arte de Morrer Longe e “Diários de Otsoga” no Caminhos do Cinema Português

As longas “A Arte de Morrer Longe”, de Júlio Alves, e “Diário de Otsoga”, de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro, são as duas primeiras da Selecção Caminhos, que começa hoje (13) no festival Caminhos do Cinema Português.

Esta secção conta com duas sessões, uma às 17h30 e outra às 21h45, ambas no Teatro Académico de Gil Vicente. O realizador Júlio Alves estará presente em Coimbra.

“Arnaldo e Bárbara estão em pleno processo de separação. O motivo desta separação talvez nem o próprio casal conheça e, na verdade, não interessa. Seria um divórcio fácil se não fosse a existência de uma Tartaruga”. É esta a sinopse de “A Arte de Morrer Longe”, baseado no livro de Mário de Carvalho. Pedro Lacerda e Ana Moreira protagonizam a película.

Na longa da noite, é contada a história de três pessoas que, juntas, constroem um borboletário. “Diários de Otsoga” foi já exibido em vários festivais um pouco por todo o mundo, e é realizado pelo casal Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro. O filme é dedicado à filha de ambos, Helena.

Este sábado marca a abertura de uma secção que traz a Coimbra filmes como “A Metamorfose dos Pássaros”, de Catarina Vasconcelos (candidato português aos Óscares), “Alcindo”, de Miguel Dores, “No Táxi do Jack”, de Susana Nobre, “Visões do Império”, de Joana Pontes, “Paraíso”, de Sérgio Trefaut, e “O Lobo Solitário”, do também músico Filipe Melo.

 

Programação para sábado 13:

 

Selecção Ensaios, 15h00, Casa do Cinema de Coimbra

Ímpar, de Laura Equi, Laura Pires e Marta Ribeiro
Casa 52, de Helena Bernardes, Margarida Roch
Walkthrough , de Sofia Salt
Mmm…Cat, de Yongxin Wang
Patinhas (In)visíveis, de Catarina Colaço
Annexus, de Claudia Moreno
Viagem à lua, de Leonor Arrimar
Alforrecas , de Ana Gil, Sofia Costa
O Meu Vento é o Norte, de Mariana Silveira
O Intervalo, de Navid Nikkhah Azad
Lá, Onde Achei que Ficaria Para Sempre, de Inês Pinto França, Joana Sofia Moreira Schurr
Visões de Copacabana: Uma Breve Trilogia do Acaso, de Rita Brás
Silent Zone, de Caren Wuhrer

 

Selecção Caminhos, 17h30, TAGV

A Mulher do Médico, de Bruno Simões
Oso, de Bruno Lourenço
A Arte de Morrer Longe, de Júlio Alves

 

Selecção Caminhos, 21:45, TAGV

Madrugada, de Leonor Noivo
Diários de Otsoga, de Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes

Turno da Noite, 23:59, Casa do Cinema de Coimbra

As Filhas do Fogo, de Albertina Carri

 

Domingo, 14 de novembro

 

Selecção Ensaios, 15h00, Casa do Cinema de Coimbra

A Incessante Conquista da Escuridão, de João Pedro Soares
Não éramos nós os modernos?, de Fernando Moletta
A Nossa Casa em Chamas, de Miguel Mesquita
Memória Descritiva, de Melanie Pereira
A Obra Final, de Patrick Hanser
Musgo, de Alexandra Guimarães, Gonçalo L. Almeida
Terminal Happiness, de Eric Romero
Maks , de Martin Draksler
Prata, de Lucas Melo

 

Selecção Caminhos, 17h30, TAGV

O Voo das Mantas, de Bruno Carnide
Noite Turva, de Diogo Salgado
Salto, de Nuno Baltazar
Simon Chama, de Marta Sousa Ribeiro

 

Selecção Caminhos, 21h45, TAGV

Luz de Presença, de Diogo Costa Amarante
Hotel Royal, de Salomé Lamas
No Táxi do Jack, de Susana Nobre

 

Segunda-feira, 15 de novembro

 

Selecção Ensaios, 15h00, Casa do Cinema de Coimbra

Jamaika, de Alexander Sussman
Long Live Death, de Robo Mihály
My Country, So Beautiful, de Grzegorz Paprzycki
Right Now I Want to Scream: Police and Army Killings in Rio – the Brazil Haiti Connection, de Cahal McLaughlin, Siobhán Wills

 

Selecção Caminhos, 17h30, TAGV

Chelas nha Kau, de Bataclan 1950
Do Bairro, de Diogo Varela Silva

 

Selecção Caminhos, 21h45, TAGV

O Macaco, de Xosé Zapata, Lorenzo Degl´Innocenti
O Nosso Reino, de Luís Costa
Visões do Império, de Joana Pontes